Tribuna Expresso

Perfil

Multimédia

“Há pessoas que recebem milhões de euros de corrupção e continuam a passear-se. Este senhor vai para a cadeia por meia dúzia de bilhetes”

O assessor jurídico do Benfica Paulo Gonçalves foi libertado depois de ouvido ontem por um juiz, mas está proibido de contactar outros arguidos. Quanto ao funcionário do sistema informático do Ministério da Justiça, José Silva, ficou em prisão preventiva. Os arguidos são suspeitos de montarem um esquema que permitia ao Benfica saber das investigações ao clube e aos rivais.

Partilhar