Tribuna Expresso

Perfil

vídeo

Luís Filipe Vieira pede justiça "célere" e igual para todos, sem "clubite"

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, pediu este sábado celeridade à justiça portuguesa e assegurou que os encarnados vão agir criminalmente contra quem tem "manchado" a imagem do clube nos últimos tempos

Partilhar

"Quero dizer a todos os benfiquistas que, tanto eu como a minha direção, nunca, mas nunca, manchámos a honra ou dignidade do Benfica. Fomos vítimas de um ataque sem precedentes em Portugal. Violaram-nos toda a nossa privacidade, de anos e anos de uma empresa com dimensão mundial. Infelizmente para nós, nada sucedeu até agora e nada sabemos", afirmou.

Após uma conferência de imprensa surpreendentemente curta por parte de Rui Vitória, na sequência do triunfo sobre o Desportivo das Aves (2-0), o líder do Benfica surgiu perante os jornalistas para reagir aos casos que têm assolado a atualidade benfiquista, nomeadamente o 'caso dos e-mails' e a operação 'E-toupeira'.

"As denúncias anónimas funcionaram para o Benfica com um aparato muito especial. Esta instituição, eu e outras pessoas fomos vítimas de visitas às nossas casas e continuo sem compreender. Fizeram-no pela incompetência que tiveram. Não conseguem defrontar a competência que todo o Benfica tem, portanto a única maneira para nos vencer é manchando o nosso nome", apontou, de forma assertiva.

De resto, Luís Filipe Vieira admitiu que estes casos têm "manchado" a imagem do clube e pediu união a todos os benfiquistas, deixando a certeza de que os 'encarnados' vão ripostar nos locais certos, perante a "inveja" de que são alvo.

"Eu e os meus colegas estamos muito determinados. Nada tememos e vamos enfrentar tudo até às últimas consequências. Não posso acreditar que possa haver clubite na Justiça. Exigimos um tratamento igual e que vão a casa de outras pessoas também. Queremos libertar-nos rapidamente disto. Que a justiça seja célere, porque quem manchou o nosso nome tem de ser criminalmente castigado. O Benfica é um clube super invejado em Portugal. É o único que tem futuro, que tem projetos em todas as áreas", frisou.

Vieira foi perentório nas palavras e terminou de forma cáustica: "A partir deste momento, iremos agir judicialmente contra todos os que ponham em causa o nome do Benfica, sejam administradores, jornalistas. Não iremos perdoar a ninguém. Acabou a paródia à conta do Benfica. A partir de segunda-feira, o Benfica tem um gabinete de crise montado para responder a este momento."

Com Lusa