Tribuna Expresso

Perfil

Mundial 2018

Modric, leve, fluido, natural, joga como se dissesse água

Modric era bom antes do Mundial e sê-lo-á depois dele, mas é no presente que estamos e há que explicar como estamos com o presente de Modric: Bruno Vieira Amaral escreve sobre o gigante croata de 1,72 metros e evidencia uma ilusão factual - “o génio define-se por nos fazer acreditar que a jogada que executa é sempre a ideal”. Por isso, “talvez o cérebro do génio seja mais simples”

Bruno Vieira Amaral

Getty

Partilhar

Modric era bom antes do Mundial e sê-lo-á depois dele, mas é no presente que estamos e há que explicar como estamos com o presente de Modric: Bruno Vieira Amaral escreve sobre o gigante croata de 1,72 metros e evidencia uma ilusão factual - “o génio define-se por nos fazer acreditar que a jogada que executa é sempre a ideal”. Por isso, “talvez o cérebro do génio seja mais simples”.

Modric era bom antes do Mundial e sê-lo-á depois dele, mas o presente é o momento e há que explicar este momento extraordinário do presente de Modric: Bruno Vieira Amaral escreve sobre o gigante croata de 1,72 metros e evidencia esta ilusão factual - “o génio define-se por nos fazer acreditar que a jogada que executa é sempre a ideal”. Por isso, “talvez o cérebro do génio seja mais simples”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)