Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

André Silva: “Jogar com Ronaldo é um sonho. Aqueles passes mais difíceis, ele torna-os fáceis, e o que ele precisa que eu faça, eu faço”

O bombardeiro português está na calha para substituir Gonçalo Guedes no apoio a Cristiano Ronaldo no jogo contra Marrocos. E não se coíbe de dizer o que pensa sobre isso - e sobre como é jogar ao lado de uma estrela

Tribuna Expresso e SIC Notícias

Partilhar

A eventual titularidade

"Isso de quem joga, não joga, não interessa. Só quero trabalhar e é isso que tenho feito, à espreita da minha oportunidade. Posso dizer que jogar ao lado do Cristiano Ronaldo é um sonho. Ele é o melhor jogador do mundo, as coisas saem mais naturais. Às vezes, nos passes que poderiam ser mais difíceis para outros jogadores, ele torna-os fáceis. E posso dizer que eu faço aquilo que o Ronaldo precisa e o contrário também é verdade. Abrimos espaços um para o outro, quando ele fica lá à frente, eu fecho e defendo"

O adversário que se segue

"Toda a gente conhece Marrocos. A maior parte dos jogadores nasceu na Europa e sabemos também quem são os favoritos para o Mundial, e nós não somos favoritos. Somos mais fortes do que Marrocos, sim,´estaria a mentir se dissesse que não. Mas nós só pensamos em ganhar o jogo. O Benatia é uma grande jogador, mas se nós fizermos o nosso jogo, se estivermos concentrados, com a nossa qualidade individual e coletiva, conseguiremos. Mas isto é um jogo de Mundial e só no fim é que se sabe. Eles vão ter de jogar para vencer, depois da derrota com o Irão. Será difícil: eles têm 17 jogadores a alinhar na Europa".

O que pode André oferecer

"Não sou a melhor pessoa para responder a isso. Não estou aqui para me avaliar, não compete a mim. O que posso dizer é que vou dar sempre o meu máximo para que as coisas corram bem"

A juventude

"Acredito que temos demonstrado que a formação portuguesa é muito boa. Temos feito grandes feitos... Estou muito feliz por estar a partilhar o balneário com o Gelson e com o Guedes e com outros jogadores que conheço muito bem, dos tempos da formação".