Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

Cristiano Ronaldo, o surpreendido: "Eles tiveram uma intensidade muito alta do primeiro ao último minuto"

O capitão da seleção nacional marcou o quarto golo neste Mundial, continua a ser o único português que faz golos na competição e, respeitando esse facto, a FIFA elegeu-o, novamente, como o melhor em campo. Cristiano disse estar feliz e admitiu ter sido surpreendido pela forma com o ritmo dos jogadores marroquinos durante a partida

Tribuna Expresso

YURI CORTEZ

Partilhar

"Estou feliz. O mais importante era ganhar o jogo e fazer três pontos. Sabíamos que íamos jogar contra uma equipa que ia dar o tudo por tudo, sabíamos que iam entrar bastante fortes. Surpreendeu porque eles estiveram com uma intensidade muito alta do primeiro ao último minuto. Mas estivemos bem defensivamente."

"Consegui marcar um golo e ajudei Portugal a conquistar os três pontos. Agora é tentar passar a fase de grupos, estamos a um passo. O objetivo da equipa é pensar jogo a jogo, agora é ganhar o terceiro para, se possível, nos qualificarmos em primeiro lugar."

"Não me preocupa os recordes. O importante era ganhar hoje. Fizemos quatro pontos e estamos a um passo de nos conseguirmos qualificar.

E a barba nova?

"Foi uma brincadeira que fiz com o Quaresma, estávamos na sauna, disse que ia crescer a barba e deixei. Disse que se fizer um golo amanhã [esta quarta-feira], que deixava até ao fim do Mundial. Deu sorte, por isso é para manter."