Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

Rúben Dias: uma conferência sobre ansiedade, segurança, mentalidade e resultados

O jovem central foi o escolhido para falar aos jornalistas sobre o Portugal - Irão, jogo que terá lugar na próxima segunda-feira

Lusa e Expresso

NurPhoto/Getty

Partilhar

O futebolista internacional Rúben Dias admitiu hoje alguma "ansiedade" na seleção portuguesa no Mundial2018 da Rússia, contudo, defende que a "confiança" da equipa vai crescer com a progressão na prova.

"Esse fator existe, inevitavelmente, porque é um campeonato do mundo e a seleção é campeã da Europa. Como todas, queremos passar e ir o mais longe possível", justificou o jovem central.

O atleta, que ainda não se estreou na Rússia, diz que o conjunto das 'quinas' é formado por "jogadores muito bons, com muita qualidade e todos com o mesmo objetivo", mas que nem sempre estão a produzir o que desejam.

Por outro lado, Rúben Dias admitiu que a possibilidade de o Irão fazer história, com uma inédita qualificação para os oitavos de final do Mundial, aumenta as dificuldades de Portugal no duelo de segunda-feira em Saransk.

"Claro que sim. Casa seleção tem ambição. Neste caso específico, o que está em causa é fazer história. Isso só aumenta a dificuldade do desafio que vamos ter. Não tem havido partidas fáceis e continuará a não haver. É termos mentalidade muito forte, jogo forte, seguro e confiante e fazer tudo para conseguir ganhar", sublinhou.

Portugal e Espanha lideram o grupo B do Mundial2018 com quatro pontos, mais um do que o Irão de Carlos Queiroz, enquanto Marrocos já está afastado, sem pontos.