Tribuna Expresso

Perfil

Brasil

Raio X: Brasil, ou melhor, #forçaNeymar

A Tribuna Expresso apresenta as 32 seleções presentes no Mundial 2018, uma por uma. Eis o Brasil, que partilha o Grupo E com Costa Rica, Suíça e Sérvia

Tiago Teixeira, analista de futebol

Neymar é a grande estrela brasileira

Buda Mendes/Getty

Partilhar

Ranking FIFA:
Presenças em Mundiais: 21 (1930, 1934, 1938, 1950, 1954, 1958 - vencedor, 1962 - vencedor, 1966, 1970 - vencedor, 1974, 1978, 1982, 1986, 1990, 1994 - vencedor, 1998, 2002 - vencedor, 2006, 2010, 2014 e 2018)
Jogos no Mundial 2018: Suíça (17 junho, 19h, SportTV); Costa Rica (22 junho, 13h, SportTV); Sérvia (27 junho, 19h, SIC e SportTV)

A seleção que mais gosta do Mundial (nunca falhou uma edição e a venceu a prova em cinco ocasiões), orientada por Tite, por muito estranho que possa parecer, é uma das seleções que melhor defende coletivamente. Organizada no sistema de jogo 4-3-3, a seleção brasileira apresenta um bloco defensivo sempre muito compacto e com grande preocupação com as coberturas defensivas.

Ofensivamente, como se sabe, contam com muita qualidade individual, onde se destaca Neymar, que em condução pelo corredor central é capaz de desorganizar o bloco defensivo adversário por completo.

Há ainda Marcelo que desequilibra em condução pelo corredor lateral esquerdo, Willian/Coutinho/Douglas Costa por toda a qualidade técnica, velocidade e criatividade, e Gabriel Jesus/Firmino pela capacidade finalizadora e qualidade nos apoios.

A falta de criatividade e qualidade técnica do meio-campo composto pelo médio defensivo Casemiro e pelos médios interiores Paulinho e Renato Augusto/Fernandinho é o aspeto mais negativo do processo ofensivo da seleção brasileira, uma vez que revelam bastantes dificuldades em construir quando pressionados de forma mais agressiva.

Onze provável

Jogador chave

Neymar, jogador do PSG

Neymar, jogador do PSG

Alex Livesey/Getty

Neymar, 26 anos, a contratação mais cara da história do futebol, que guiou o PSG à conquista (bem fácil...) do campeonato francês, esteve lesionado nos últimos meses, mas regressou em força à seleção, marcando grandes golos nos últimos amigáveis contra Croácia e Áustria.

Jogador a seguir

Fred, internacional brasileiro que trocou o Shakhtar Donetsk pelo Manchester United antes do Mundial

Fred, internacional brasileiro que trocou o Shakhtar Donetsk pelo Manchester United antes do Mundial

James Williamson - AMA

Fred, 25 anos, o mais recente reforço do Manchester United (proveniente do Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca), é um médio bastante inteligente e muito forte tecnicamente, principalmente no passe vertical e no controlo de bola. Destaca-se pela qualidade com que liga as fases do processo ofensivo.

Convocados

Guarda-redes: Alisson (Roma), Ederson (Manchester City) e Cássio (Corinthians);

Defesas: Danilo (Manchester City), Fagner (Corinthians), Marcelo (Real Madrid), Filipe Luís (Atlético Madrid), Miranda (Inter Milão), Marquinhos (Paris SG), Thiago Silva (Paris SG) e Geromel (Grêmio);

Médios: Casemiro (Real Madrid), Fernandinho (Manchester City), Paulinho (Barcelona), Renato Augusto (Beijing Guoan), Fred (Shakhtar), Philippe Coutinho (Barcelona) e Willian (Chelsea);

Avançados: Neymar (Paris SG), Douglas Costa (Juventus), Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool) e Taison (Shakhtar).