Tribuna Expresso

Perfil

México

Raio X: México, a seleção que gosta de 'fiesta'

A Tribuna Expresso apresenta as 32 seleções presentes no Mundial 2018, uma por uma. Eis o México, que partilha o Grupo F com Alemanha, Coreia do Sul e Suécia

Tiago Teixeira, analista de futebol

O México teve uma preparação atribulada para o Mundial, já que os jogadores foram "apanhados" numa festa, em dia de folga, alegadamente com várias prostitutas

Alex Grimm/Getty

Partilhar

Ranking FIFA: 15º
Presenças em Mundiais: 16 (1930, 1950, 1954, 1958, 1962, 1966, 1970, 1978, 1986, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018)
Jogos no Mundial 2018: Alemanha (17 junho, 16h, SIC e SportTV); Coreia do Sul (23 junho, 16h, SportTV); Suécia (27 junho, 15h, SportTV)

Desde que o colombiano Juan Carlos Osorio assumiu a seleção mexicana, em 2015, a ideia de jogo posta em prática tem sido a de um futebol apoiado e de qualidade.

Organizada no sistema de jogo 4-3-3, a seleção do México procura chegar à baliza adversária através de passes curtos e combinações próximas, contando para isso com um leque de jogadores muito bons tecnicamente.

No meio-campo, destacam-se Hector Herrera, do FC Porto (que tanto pode atuar como médio defensivo ou como médio interior) e Andrés Guardado, do Bétis, pela qualidade com que ligam as fases do processo ofensivo.

Nos corredores laterais, em zonas de criação, a qualidade técnica, a velocidade e a criatividade dos extremos Jesús Corona, Carlos Vela e Hirving Lozano são as principais armas que a seleção mexicana tem ao seu dispor.

Na frente de ataque, em luta por um lugar no 11, surgem Chicharito, do West Ham, e Raúl Jiménez, do Benfica, sendo que ambos se destacam pela inteligência na movimentação sem bola e capacidade finalizadora.

Onze provável

Jogador chave

Javier Hernández, também conhecido por Chicharito, é um dos mais influentes da seleção mexicana

Javier Hernández, também conhecido por Chicharito, é um dos mais influentes da seleção mexicana

Soccrates Images

'Chicharito' Hernández, 31 anos, avançado do West Ham que é inteligentíssimo nas movimentações sem bola, jogando muito bem no limite do fora de jogo. A sua qualidade na finalização já rendeu 49 golos em 100 internacionalizações.

Jogador a seguir

Hirving Lozano, jogador do PSV a seguir atentamente na seleção mexicana

Hirving Lozano, jogador do PSV a seguir atentamente na seleção mexicana

Soccrates Images

Hirving Lozano, 22 anos, extremo esquerdo do PSV que é muito rápido, criativo e forte tecnicamente. Nesta época, a sua primeira na Europa, a sua qualidade traduziu-se em 19 golos e 11 assistências.

Convocados

Guarda-redes: Guillermo Ochoa (Standard Liège/Bel), Alfredo Talavera (Toluca) e Jesús Corona (Cruz Azul).

Defesas: Héctor Moreno (Real Sociedad/Esp), Carlos Salcedo (Eintracht Frankfurt/Ale), Hugo Ayala (Tigres), Diego Reyes (FC Porto/Por), Miguel Layún (Sevilha/Esp), Jesús Gallardo (Pumas UNAM), Edson Álvarez (América).

Médios: Héctor Herrera (FC Porto/Por), Rafael Márquez (Atlas), Andrés Guardado (Real Betis/Esp), Giovani Dos Santos (LA Galaxy/EUA), Jonathan Dos Santos (LA Galaxy/EUA), Marco Fabián (Eintracht Frankfurt/Ale).

Avançados: Javier Hernández (West Ham/Ing), Raúl Jiménez (Benfica/Por), Oribe Peralta (América), Hirving Lozano (PSV Eindhoven/Hol), Carlos Vela (Los Angeles FC/EUA), Jesús Corona (FC Porto/Por) e Javier Aquino (Tigres).