Tribuna Expresso

Perfil

Senegal

Raio X: Senegal, a seleção que quer repetir a estreia

A Tribuna Expresso apresenta as 32 seleções presentes no Mundial 2018, uma por uma. Eis o Senegal, que partilha o Grupo H com Colômbia, Japão e Polónia

Tiago Teixeira, analista de futebol

O Senegal só se conseguiu qualificar para o Mundial em 2002, mas chegou logo aos quartos de final

AFP Contributor

Partilhar

Ranking FIFA: 27º
Presenças em Mundiais: 2 (2002 e 2018)
Jogos no Mundial 2018: Polónia (19 junho, 16h, SportTV); Japão (24 junho, 16h, SportTV); Colômbia (28 junho, 15h, SportTV)

Depois de em 2002 terem conseguido atingir os quartos de final, na sua primeira e única participação em Mundiais, os senegaleses, agora orientados por Aliou Cissé, marcarão presença na Rússia tendo na velocidade e no ataque à profundidade as suas maiores armas.

Organizada no sistema de jogo 4-3-3, a seleção do Senegal tem no defesa central Koulibaly, do Nápoles, o principal destaque da linha defensiva, pela qualidade no posicionamento defensivo e na primeira fase de construção.

O trio de meio-campo, composto por Kouyaté, Gueye e Ndiaye, destaca-se sobretudo pela capacidade física, sendo que revela dificuldades em construção e muita falta de criatividade.

Na frente de ataque, a velocidade e qualidade técnicas de Sadio Mané, do Liverpool, e Keita Baldé, do Mónaco, e a capacidade física de Moussa Sow, do Bursaspor, em zonas de finalização, são as principais ameaças à baliza adversária.

Onze provável

Jogador chave

Sadio Mané, um dos avançados do Liverpool

Sadio Mané, um dos avançados do Liverpool

SEYLLOU

Sadio Mane, 26 anos, extremo do Liverpool que é o principal desequilibrador da seleção do Senegal, por toda a potência, qualidade técnica e velocidade com que executa as suas ações ofensivas.

Jogador a seguir

Ismaila Sarr, jogador a seguir no Senegal

Ismaila Sarr, jogador a seguir no Senegal

Dave Winter/Getty

Ismaila Sarr, 20 anos, extremo do Rennes que é um jogador muito rápido, forte fisicamente e com grande capacidade no 1x1 ofensivo.

Convocados

Guarda-redes: Abdoulaye Diallo (Rennes/Fra), Khadim Ndiaye (Horoya/Gui) e Alfred Gomis (Spal/Ita).

Defesas: Kalidou Koulibaly (Nápoles/Ita), Lamine Gassama (Alanyaspor/Tur), Kara Mbodj (Anderlecht/Bel), Moussa Wagué (Eupen/Bel), Youssouf Sabaly (Bordéus/Fra), Saliou Ciss (Valenciennes/Fra) e Salif Sané (Hannover/Ale).

Médios: Pape Alioune Ndiaye (Stoke/Ing), Idrissa Gana Gueye (Everton/Ing), Cheikhou Kouyaté (West Ham/Ing), Cheikh Ndoye (Birmingham/Ing) e Alfred Ndiaye (Wolverhampton/Ing)

Avançados: Sadio Mané (Liverpool/Ing), Keita Baldé (Mónaco/Fra), Diafra Sakho (Rennes/Fra), Moussa Konaté (Amiens/Fra), Ismaila Sarr (Rennes/Fra), M'baye Niang (Torino/Ita), Moussa Sow (Bursaspor/Tur) e Mame Diouf (Stoke/Ing).