Tribuna Expresso

Perfil

Opinião

Duarte Gomes

Duarte Gomes

ex-árbitro de futebol

A lei 14: o penálti (não digam "grande penalidade"!)

Duarte Gomes

Partilhar

Estamos quase a terminar esta viagem pelas leis de jogo.

Hoje iremos partilhar o que de mais relevante há para saber sobre um dos momentos mais decisivos e emocionantes do jogo.

Lei 14 - O pontapé de penálti

Ponto prévio: não digam mais "grande penalidade".

A nossa tradução das leis de jogo já retirou essa expressão. É mesmo penálti (ou melhor, pontapé de penálti).

Então vamos a isso...

Um pontapé de penálti é concedido à equipa que sofre uma infração passível de livre direto mas no interior da área adversária (ou, como agora prevêem as regras, também às que são cometidas pelo defensor, fora do terreno de jogo mas na zona onde se enquadra a área de penálti).

Procedimentos mais importantes:

A bola tem que estar imóvel e sobre a marca. O executante identificado pelo árbitro. O GR deve estar de frente, sobre a sua linha de baliza e entre os postes, até o pontapé ser batido. Para que "entre em jogo legalmente", a bola deve ser chutada para a frente e deve mover-se claramente.

Mas há mais...

Todos os jogadores (menos quem executa e quem defende) devem estar dentro do terreno de jogo, fora da área, atrás da linha da bola e a pelo menos 9.15m da bola (daí a importância da "meia lua").

O executante pode até pontapear a bola de calcanhar... desde que ela se mova claramente para a frente. Ele nao está obrigado a estar de frente para o GR.

Se o executante tocar na bola uma segunda vez consecutiva (ex: se fizer uma recarga ao seu remate, que foi devolvido pelo poste ou pela barra), é punido com pontapé livre indireto no local do 2' toque.

Se esse segundo toque for com a mão, o livre passa a direto.

Outra. Considera-se que o penálti está concluído quando a bola sai do terreno, deixa de se mover ou se o árbitro interromper a partida para assinalar uma infração.

Mais uma que muitos desconhecem: o tempo de jogo (no fim da 1P ou da partida) pode ser prorrogado para que se execute o penalti assinalado no limite do tempo regulamentar: aí o árbitro deve informar os capitães que, assim que este termine o seu efeito, o jogo termina de imediato.

Infrações / Sanções

São muitas e para variadíssimas situações possíveis.

Vamos aqui tentar apresentar apenas as mais significativas. Então estejam bem atentos:

FALTA DO EXECUTANTE OU DE ALGUM OUTRO ATACANTE (EX: ENTRADA NA ÁREA ANTES DO PONTAPÉ SER BATIDO)

Se for golo, repete.

Se a bola não entrar, o árbitro interrompe de imediato e marca livre indireto no local da infração.

FALTA DO GR OU DE ALGUM OUTRO DEFESA (EX: ENTRADA NA ÁREA ANTES DO PONTAPÉ SER BATIDO)

Se for golo, é validado.

Se não for, o penálti é repetido. Se a falta for do GR (por exemplo, mexer-se para a frente antes do pontapé, é-lhe exibido o amarelo).

FALTAS QUE SÃO PUNIDAS COM LIVRE INDIRETO CONTRA A EQUIPA ATACANTE, QUER O PENÁLTI RESULTE OU NÃO EM GOLO

Penálti executado para trás.

Colega do executante remata na vez do seu colega que já estava identificado para pontapear (aqui ainda vê o amarelo).

"Paradinha". Ou seja, depois de terminar a sua corrida, o executante simula, de forma ilegal, bater a bola mas não o faz de imediato. Também é advertido.

INFRAÇÃO SIMULTÂNEA DAS DUAS EQUIPAS

O pontapé de penálti é sempre repetido (resulte ou não em golo).

BOLA TOCA NUM ELEMENTO ESTRANHO DEPOIS DE ENTRAR EM JOGO MAS ANTES DE TERMINAR O SEU EFEITO

Pontapé é sempre repetido (depois de retirado o objeto do terreno de jogo).

DEPOIS DE TOCAR NO POSTE, BARRA OU GR, BOLA RESSALTA PARA O TERRENO E TOCA NUM ELEMENTO ESTRANHO

Considera-se que já terminou o seu efeito. Aí o jogo é interrompido, o elemento a mais é retirado e a partida recomeça com bola ao solo.

Difícil de decorar tudo isto, certo? Imaginem lá dentro.

Com suor e transpiração, com menor lucidez devido ao cansaço acumulado e às peripécias do próprio jogo. Ter que pensar e decidir bem, numa fração de segundo. Aplicar a teoria na prática ali. Sem hesitar. Rapidamente. Com coragem e firmeza.

Na televisão parece tudo tão simples...

Voltamos para a semana.