Tribuna Expresso

Perfil

  • Benfica já entregou regulamento para fintar interdição da Luz

    Benfica

    Benfica nega ter sido notificado da interdição do Estádio da Luz no jogo frente ao Sporting de Braga, no próximo dia 9, mas reconhece que estão em curso reuniões com o Instituto Português do Desporto e Juventude por causa da presença incontornável das suas nunca registadas claques. Luís Filipe Vieira prefere batizar os No Name Boys e os Diabos Vermelhos de sócios organizados

  • João Coimbra: “Uma vez, cheguei ao balneário e o Petit tinha cortado aos bocados os meus boxers. E eram caros”

    Entrevistas Tribuna

    Fernando Santos a dizer-lhe para chutar na bola de outra maneira. Petit a cortar-lhe uns boxers aos bocados, no balneário. E Miccolli a pedir-lhe para o ajudar a comer mousses de chocolate às escondidas, quando estava de dieta. João Coimbra contou estas e outras histórias, com um à-vontade de louvar, quando o abordámos por ter jogado no Benfica e no Estoril, equipas que se defrontam este sábado (18h15, Benfica TV)

  • Deusébio

    Futebol nacional

    Do “Magagaga” de Lourenço Marques ao “Pantera Negra” do Benfica e de Portugal, a carreira de Eusébio, o “King”, chega no dia 23 às salas de cinema

  • Ele chegou, viu, marcou e enganou-se no que disse

    Liga dos Campeões

    Anderson Talisca voltou ao Estádio da Luz, festejou à brava o golo que marcou ao clube que ainda é o seu e, no fim, falou. Disse que ainda não sabia porque foi emprestado ao Besiktas e que o Benfica não lhe pagou o último salário que lhe devia. No contrato que o brasileiro firmou com o clube turco, porém, está uma cláusula a estipular que o jogador não tinha mais verbas a receber do Benfica

  • O relógio antigo da melancolia e a geração de jornalistas “insubstituível”

    Com o tio e o avô assistiu ao primeiro jogo de futebol em 1966, tinha ela nove anos, e com o pai, escritor e jornalista de outro tempo, aprendeu a separar as águas – “uma coisa é a maneira como a gente ganha a vida, outra coisa é a vida”. Passou pelas redações de “A Bola” e do jornal “Público”, foi colaboradora do Expresso e editora da revista “Livros”. Também escreveu sobre cultura mas hoje em dia é sobretudo o futebol que lhe preenche os dias, desporto de que diz gostar “cada vez mais”. O Expresso publica esta quinta-feira a terceira de uma série de entrevistas em que a literatura se cruza com o futebol