Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Nuno Espírito Santo e a “uma vitória difícil” na “fortaleza”

O treinador dos dragões referiu que os adeptos “já mereciam um jogo assim” e que foram eles que “empurraram a equipa” para a quinta vitória consecutiva no campeonato

Expresso

ESTELA SILVA/LUSA

Partilhar

O treinador do Futebol Clube do Porto, Nuno Espírito Santo, em declarações na flash interview, após a vitória da sua equipa sobre o Desportivo de Chaves, por 2-1, referiu que foi “um jogo difícil, mas que a equipa soube estar unida”, demonstrando o seu carácter.

Em relação ao adversário, o técnico dos dragões declarou que a equipa de Trás-os-Montes “apareceu bem organizada”, e que complicou a vida do FC Porto quando se adiantou no marcador. “Por momentos, perdemos o controlo do jogo mas soubemos retificar e entrar para a segunda parte determinados, a saber jogar por fora, com cruzamentos, a combinar”, sublinhou o treinador.

“Foi uma vitória justa na nossa fortaleza, que é o Dragão”, acrescenta Nuno Espírito Santo. “Danilo foi importante. Tal como Depoitre ou André Silva. A força desta equipa é o grupo. Não contamos com um, contamos com todos os jogadores”, conclui o treinador que não se diz preocupado com a tabela classificativa mas que é “importante” estar perto do topo.

O treinador dos dragões não se quis alongar muito sobre qualquer jogador em específico, ao explicar: "Foi importante o Danilo, o Depoitre e o André Silva. A força desta equipa é o grupo. Quem entra vem sempre para ajudar. Agora, é sobretudo descansar, descanso bom para depois voltar a 200 por cento. Golo de Depoitre é mais um, todos os jogadores são importantes, não abandonamos nenhum jogador. É verdade que o mercado está aí e vamos ponderar muito bem tudo".