Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Nuno Espírito Santo e o clássico que não é “decisivo”, mas “determinante”

O treinador do Futebol Clube do Porto antecipou o jogo com o Benfica em conferência de imprensa

Lusa

Nuno Espírito Santo parece estar a apontar o caminho do 2º lugar para o Benfica

FRANCISCO LEONG/GETTY

Partilhar

O treinador do FC Porto, Nuno Espírito Santo, admitiu hoje que os 'dragões' estão "impossibilitados de perder pontos" na visita ao Benfica, no sábado, em jogo da 27.ª jornada da I Liga, tal como em todos os jogos.

O técnico considera que o 'clássico' "não vai ser decisivo, mas será, com toda a certeza, determinante", deixando claro que a equipa 'azul e branca' está motivada para alcançar os três pontos.

“Estamos bem, motivados, com vontade de competir. A preparação foi feita de forma diferente, sem jogadores que estiveram ao serviço das respetivas seleções. Os jogadores foram chegando e neste momento apenas faltam os dois mexicanos [Miguel Layún e Herrera]”, começou por referir o treinador, reforçando que a equipa está motivada para "o 'clássico', tendo sempre o mesmo objetivo de conseguir a vitória”.

Nuno Espírito Santo esclareceu ainda que todo o grupo estava preparado para esta paragem de campeonato e que isso não vai influenciar em nada o desempenho dos seus jogadores no Estádio da Luz, em Lisboa.

“Sabíamos que havia esta paragem, saímos de um resultado que não foi o melhor para nós. Mas tal como acontece em todos os jogos, o FC Porto está impossibilitado de perder pontos. Todos os jogos são, para nós, finais. Vamos à Luz competir com ambição de conquistar os três pontos”, acrescentou.

O técnico defendeu ainda que o FC Porto poderia estar na frente do campeonato.

“Temos a consciência que já perdemos pontos que não devíamos ter perdido. Maioritariamente em empates. Poderíamos ter mais pontos e estar na frente”, referiu.

Sobre o Benfica, Nuno Espírito Santo reconheceu que é "um adversário difícil, com rotinas continuadas ao longo das últimas épocas, com um coletivo forte", para qual os 'dragões' estão preparados para enfrentar.

“Essencialmente centramo-nos em nós e queremos contrariar tudo o que disse do Benfica. Queremos controlar e dominar. Vai ser um jogo de emoções. Será necessário o controlo de emoções. Se o fizermos seremos fortes e capazes de conseguir o que queremos”, concluiu.

O FC Porto, segundo classificado com 63 pontos, visita o líder e tricampeão Benfica, que soma 64 pontos, no sábado, a partir das 20:30, no Estádio da Luz, em Lisboa.