Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição: “Para mim, fabulosos são os três pontos”

Treinador portista justificou troca de Ricardo por Maxi pela indisponibilidade física do lateral-direito, que acusou sintomas gripais

Lusa

LUÍS VIEIRA / Lusa

Partilhar

"Penso que entrámos bem no jogo, fizemos 30 minutos bons, com intensidade alta e a pressionar o adversário, embora nos tenha faltado um pouco mais de jogo interior. Fizemos uma boa primeira parte, e na segunda surgimos confortáveis com 2-0. A temperatura acima do normal pesou um pouco, mas tivemos o jogo controlado, e, depois, na parte final fizemos mais um golo."

"Podíamos ter feito mais golos, mas creio que na justiça do resultado ninguém tem dúvidas. Tínhamos de ganhar, e não com uma exibição fabulosa, porque, para mim, fabulosos são os três pontos."

(Sobre ausência de Ricardo) "Não acordou bem hoje, estava com sintomas gripais, com febre e sem capacidade física para jogar, optei pelo Maxi, como poderia ter optado pelo Layun. O Brahimi saiu, ao intervalo, por gestão da fadiga muscular."

(Sobre a pressão posta pelos rivais) "Os jogadores estão orientados para lidar com a pressão diariamente, mas não vivemos em função do Benfica ou do Sporting. Pensamos em trabalhar na nossa equipa, potenciar, dar continuidade e melhorar alguns aspetos."

"Os golos não interessam, o importante são os pontos, de forma a no final do campeonato termos mais um do que o segundo classificado."

Partilhar