Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição: “É bom para mim ver o José Sá chamado à seleção, mas também seria bom para mim se Casillas fosse convocado por Espanha”

Em conferência de imprensa, o treinador do FC Porto abordou o jogo de amanhã diante do Belenenses (20h30, SportTV1). Conceição falou sobre o tempo de descanso (as tais 72h), o trabalho de Domingos Paciência e a convocatória de Fernando Santos

Expresso

ANT\303\223NIO COTRIM

Partilhar

As ausências

“Quanto às ausências... O Danilo é por castigo; o Otávio e os dois avançados [Marega e Soares] não podem dar o contributo à equipa, mas tenho que arranjar soluções. E eu confio plenamente nos jogadores que tenho à disposição. Tenho de gerir de uma forma criativa o plantel. Frente ao Belenenses, temos de ganhar ou ganhar”

O tempo de descanso

“Podíamos jogar domingo às 16h. Era mais algum tempo para podermos recuperar. Sei que noutras ligas – o Leipzig, por exemplo, joga sábado às 14h30 – se joga com menos de 72 horas de recuperação. A diferença é que esses clubes têm muitas soluções, que nós, portugueses, não temos. A exigência da Champions é grande e, com o decorrer da época, as opções ficam menores. Não estou a procurar desculpas, porque senão estava a contradizer-me quando digo que tenho um plantel no qual acredito”.

O benefício dos rivais

“Ainda bem que falou do Vitória e não do Guimarães. Parabéns ao Vitória, que teve muita alma no jogo de ontem; e parabéns também ao Braga, que esteve muito bem. O que eu disse, obviamente, é um desagrado relativamente ao tempo de descanso dos nossos rivais. Os clubes mais prejudicados são o FC Porto, Vitória [joga com o Benfica no domingo] e o Braga [joga contra o Sporting no domingo]”.

A intensidade terá custos?

“Não podemos mudar a nossa forma de jogar de um dia para o outro. Somos objetivos na procura de bola, agressivos nesse mesmo momento, e vemos sempre a baliza. Talvez este desgaste possa condicionar o nosso trabalho. Não sei o que é que o Belenenses vai fazer ou o que o Domingos vai fazer; sou amigo dele, mas não lhe vou telefonar esta semana [risos].”

As seleções

“É positivo para mim ver o José Sá na seleção, mas também o Ricardo Pereira e o Danilo. Mas também seria bom para mim ter o Casillas, Marcano e o Óliver. E, atenção, que o Marcano e o Óliver são sempre pré-convocados para a seleção espanhola – e nós temos a prova disso”.