Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

A flash de Sérgio Conceição, num só fôlego: "Somos fortes candidatos a ser campeões. Contra tudo e contra todos"

Muito irritado coma arbitragem do Clássico, treinador do FC Porto revelou ter um "balneário destroçado". À Sport TV, frisou que a equipa foi "muito superior" a partir dos 20 minutos de jogo

Expresso

MANUEL ARaújo/LUSA

Partilhar

"Falou da expulsão do jogador do Benfica, mas porque é que não falou no pénalti claríssimo, 2.º amarelo ao Luisão, expulsão do Luisão e do lance válido, que é o lance do golo que não assinalaram?"

"O Benfica entrou forte, de qualquer maneira penso que houve ali um frisson que eu acho que é falta sobre o José Sá. A partir dos 15, 20 minutos penso que só houve uma equipa em campo que foi a nossa. Volto a dizer: eu quero que os protagonistas em campo sejam os jogadores e os treinadores, disse-o e volto a repetir, o que eu puder fazer vou fazer, mas não podemos aceitar semanalmente lances mal ajuizados pela arbitragem incluindo o VAR. Eu acredito que no golo válido, no nosso golo que está um jogador do Benfica junto à bandeira de canto e Aboubakar e o Hector não estavam em fora de jogo, esse lance é completamente limpo mas eu acredito que depois do assistente levantar a bandeirola o VAR não pode intervir, mas o lance do pénalti é claríssimo e eu pergunto o porquê? O porquê de não ir ver? O porquê de não analisar?"

"Tenho um balneário neste momento destroçado porque a partir dos 15 minutos, pegámos no jogo, fomos mais fortes, tivemos ene ocasiões, hoje acabámos por não ser tão fortes no capítulo da finalização, mas naquilo que foi o jogo, a dinâmica de jogo fomos muito superiores. E volto a dizer: eu tenho de dar uma palavra forte ao meu balneário e tenho de lhes dizer que eu tenho exactamente a mesma convicção que tinha há uma semana, há duas semanas, há um dia: nós vamos ser uns fortes candidatos a ser campeões. Contra tudo e contra todos"