Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Daniel Ramos: “A expulsão traz o desequilíbrio do jogo”

O treinador dos madeirenses elogiou a exibição da sua equipa, sem esquecer a expulsão de Gamboa que contribuiu para a derrota por 3-1 frente ao FC Porto

Miguel Riopa/Getty Images

Partilhar

"Acabámos por fazer uma primeira parte em que estivemos bem. Os jogadores desempenharam quase na perfeição o que planeámos. Reduzimos os espaços, estivemos equilibrados, antecipámos muito do que o FC Porto trouxe para o jogo. Sempre com um bloco médio, a não encostar na área, só na necessidade. Por isso, satisfeitíssimos com o que estávamos a fazer. A expulsão traz o desequilíbrio do jogo. Não me lembro de uma primeira parte em que o FC Porto conseguisse tão poucas oportunidades como contra nós. Pena foi a expulsão. Não é que seja injusta, mas lamento que aconteça só algumas vezes, em alguns campos. Vejo em muitos jogos da Liga haver um puxão e haver reprimenda ao jogar e hoje na mesma situação, amarelo. Três minutos depois, num lance em que escorrega e uma bola dividida, segundo amarelo. Acho que penaliza em excesso. Aceitava com naturalidade, mas não aceito, porque a acontecer que seja em todos os campos. Hoje isso penalizou-nos."

"Três centrais? Normalmente não jogamos com esta estrutura. Já fizemos no passado com bons resultados. Ganhámos ao Benfica na época passada e dificultámos o Sporting, empatando. Hoje estivemos bem. Se continuássemos com onze o que iria acontecer? Isso deixa-nos na dúvida. A equipa estava bem. Parabéns à minha equipa que foi brilhante. Mesmo com menos um não fugimos do nosso registo. Com mais um, se calhar tinha sido diferente."

"Balanço da época? Está acima do que eu pensava. Muitas perdas, muitas entradas. Treinador novo para muitos. Num cenário destes ficamos um bocado apreensivos, mas a capacidade de resposta e o trabalho de toda a gente, tem levado a que a equipa tenha dado uma resposta excelente esta época."