Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

“Inaceitável acumulado de pontos subtraídos”. FCP pede reunião de urgência com Conselho de Arbitragem

A informação está no sítio oficial dos dragões

Lusa e Expresso

Pinto da Costa é presidente do FC Porto desde 1982

Paulo Duarte/Getty

Partilhar

FC Porto anunciou hoje ter pedido uma reunião com caráter de urgência ao presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), José Fontelas Gomes, para expor erros dos árbitros.

“A administração da FC Porto, Futebol SAD solicitou ao presidente do CA da FPF uma reunião com caráter de urgência para expor um conjunto de erros das equipas de arbitragem, cujo inaceitável acumulado de pontos subtraídos coloca em causa a verdade desportiva da Liga”, lê-se no comunicado divulgado no sítio oficial dos dragões na Internet.

O clube ‘azul e branco’ criticou a arbitragem de Luís Ferreira, da associação de Braga, no empate 0-0 no terreno do Moreirense, na terça-feira, em jogo da I Liga, que deixou o FC Porto na liderança, com 49 pontos e menos um jogo, mais dois do que Sporting, que recebe hoje o Vitória de Guimarães, e Benfica.

Hoje, na sua ‘newsletter’ diária, o FC Porto contesta a anulação de um golo de Waris, aos 90+5, por fora de jogo, e pela não marcação de uma grande penalidade, pelo videoárbitro Paulo Miranda, aos 66, por falta do guarda-redes Jonathan sobre Felipe.