Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Um Fórmula 1 parado no trânsito: a análise às duas quedas do FC Porto

O FC Porto é intenso, rápido e feroz, mas quando os adversários lhe retiram o espaço... fica aos soluços, como um Fórmula 1 parado no trânsito. O analista de futebol Tiago Teixeira explica o que correu mal contra Belenenses e Paços de Ferreira

Tiago Teixeira, analista de futebol

Brahimi nem queria acreditar: o FC Porto foi mesmo derrotado pelo Belenenses, no Restelo (2-0)

MANUEL DE ALMEIDA/ lusa

Partilhar

As dificuldades sentidas pelo FC Porto no Restelo não aconteceram por acaso. A equipa de Sérgio Conceição já vinha dando sinais de uma maior dificuldade em desmontar a organização defensiva dos adversários, principalmente nos jogos fora do Dragão.

Se nos focarmos mais nos últimos dois jogos fora - na Mata Real frente ao Paços de Ferreira (derrota por 1-0) e em Belém frente ao Belenenses (derrota por 2-0) - conseguimos identificar um padrão no que diz respeito às dificuldades sentidas a nível ofensivo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • As (segundas) voltas na vida de Sérgio Conceição

    FC Porto

    Uma coisa é certa: mesmo que vença todos os seis jogos que faltam até ao fim do campeonato, o FC Porto não fará uma segunda volta tão boa como a primeira, no múmero de pontos conquistados. Será a segunda vez que tal acontece com Sérgio Conceição, embora a amostra não seja grande coisa, porque esta será apenas a terceira temporada que cumpre na totalidade, no mesmo clube