Tribuna Expresso

Perfil

FC Porto

Sérgio Conceição: "Não podemos entrar numa frustração"

O treinador do FC Porto desvalorizou a queda para o 2º lugar da Liga, antes da receção ao Aves, domingo (18h, SportTV1)

Expresso e Lusa

Partilhar

O treinador da equipa de futebol do FC Porto, Sérgio Conceição, disse hoje que o grupo "tem que ter consciência que é forte" e revelou-se preparado para regressar às vitórias, depois da derrota frente ao Belenenses (2-0).

Para o técnico dos ‘dragões' o importante, após a derrota na segunda-feira, foi "conseguir identificar os erros e trabalhá-los durante a semana para que não se repitam" no domingo frente ao Desportivo das Aves, e mostrou-se otimista em relação a essa questão.

"Esperamos um adversário difícil como todos os que temos encontrado ultimamente que necessitam de pontos para os seus objetivos. Vão tentar dificultar a nossa tarefa. Mas nós temos que assumir o jogo e a responsabilidade de ter que ganhar e sermos fieis ao que temos sido ate há bem pouco tempo”, começou por dizer.

O técnico referiu então a necessidade de ser uma “equipa com confiança e consistente” e da importância de todos terem a consciência da força que existe e da qualidade que têm. “Temos que estar conscientes que somos uma equipa forte e com qualidade para ganhar este jogo", sublinhou o técnico, em conferência de imprensa de antevisão da partida de domingo com o Desportivo das Aves.

Sérgio Conceição não se mostrou preocupado com o facto de, neste momento, estar em segundo lugar, lembrando, no entanto, que "o principal objetivo é chegar a maio com, pelo menos, mais um ponto que o segundo classificado e vencer o campeonato".

"A minha preocupação [depois da derrota em Belém e de ter perdido a liderança do campeonato] foi detetar os erros e trabalhar esta semana. Tenho um grupo adulto e que sabe o que quer. Nesta caminhada o nosso foco está lá. Obviamente que vamos encontrar pedras no caminho. O importante é ter mais um ponto que o segundo e chegar a maio e estar à frente por mais um ponto. Estar momentaneamente aqui ou acolá nesta altura faz parte do percurso das equipas. Nesta casa gostamos sempre de estar em primeiro. Olhar de cima para baixo. Mas há momento em que isso não é possível. Não podemos entrar é numa frustração", lembrou.

Sérgio Conceição abordou ainda a lesão de Danilo, que o deixa de fora dos relvados até ao final da época, lembrando que apesar de ausente "o jogador continuará a ser uma peça importante no grupo".

"O Danilo é um jogador muito importante não só pela qualidade, mas pela sua maturidade e experiência. É um homem muito importante dentro e fora do balneário. O grupo está muito junto, unido e claramente sentiu esta lesão do Danilo. Vamos tê-lo fora das quatro linhas, mas é também por ele que vamos dar essa mesma resposta. Foi pena porque ele estava há 15 dias a treinar integrado, fez um jogo com a equipa B. Estava em condições de jogar. Teve o azar de se lesionar. Vou confidenciar uma coisa, o médico da seleção estava a par de tudo do que foi a recuperação do Danilo", disse ainda.

O FC Porto, segundo classificado, recebe no domingo, às 18 horas, no estádio do Dragão, o Desportivo das Aves, 15.º classificado, em jogo da 29.ª jornada da I Liga de futebol.