Tribuna Expresso

Perfil

Râguebi

Morreu uma das estrelas do jogo que deu origem ao “Invictus”

Joost van der Westhuizen, que fez parte da mitica seleção sul-africana, campeã mundial, em 1995, depois de bater a Nova Zelândia por 15-12, na presença de Nelson Mandela, sofria de esclerose lateral amiotrófica

Alexandra Simões de Abreu

Clive Mason

Partilhar

Após seis anos a lutar com a ELA (esclerose lateral amiotrófica), o jogador de râguebi sul-africano, Joost van der Westhuizen, faleceu esta segunda-feira, aos 45 anos, num hospital de Joanesburgo.

Considerado um dos maiores “scrum halfs” – jogador de ligação entre a linha e os atacantes – dos Springboks,Joost van der Westhuizen foi titular na final que levou a África do Sul ao título mundial, em 1995, frente à favorita Nova Zelândia. Este é o mítico encontro da mítica equipa que deu origem ao filme “Invictus” de Clint Eastwood, protagonizado por Matt Damon e Morgan Freeman.

Nome maior do rugby sul-africano, Joost foi capitão da seleção durante quatro anos, incluindo o Mundial de 1999, pela qual fez 89 partidas e durante a sua carreira, só jogou no Blue Bulls, de Pretoria. Retirou-se em 2003 e oito anos depois foi-lhe diagnosticada a doença neurológica degenerativa.

Depois de descobrir que tinha ELA, Van der Westhuizen criou uma organização, a J9 Foundation, que se dedica a auxiliar vítimas da ELA e seus familiares, na África do Sul.

Há um ano numa entrevista à ESPN, Joost desabafou: “O râguebi foi a primeira metade da minha vida; Estou a jogar a segunda metade agora. Eu era arrogante quando jogava, sem saber quem eu era. Aprendi mais sobre a vida nos últimos cinco anos”.

Para a história, fica uma das imagens mais icónicas do râguebi sul africano, em que o grande Jonah Lomu sofre uma placagem do nº9 dos Springboks, durante a famosa final do Mundial de 1995.