Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Vouchers” do Benfica não constituem crime, há novidades sobre o Rali de Portugal em 2017 e o campeão mundial de surf coroado em Portugal

O jovem surfista havaiano John John Florence, de 24 anos, sagrou-se esta terça-feira pela primeira vez campeão mundial de surf, no Meo Rip Curl Pro Portugal que está a decorrer em Peniche. O caso dos “vouchers” do Benfica está a fazer caminho para ser rapidamente arquivado. Tanto o Ministério Público como a Polícia Judiciária já terão concluído que as ofertas a árbitros feitas pelos encarnados não constituem crime, mas querem percorrer todas as etapas da investigação para apresentarem um resultado final “imaculado”

Expresso

Tiago Miranda

Partilhar

Bom dia,

Estes são os principais destaques da imprensa desportiva desta terça-feira:

João Ganço: “Fui eu que decidi deixar de treinar o Nelson Évora”

Desde que terminaram os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro que a vida profissional de Nelson Évora está a tornar-se uma novela. Primeiro, foi o fim misterioso da ligação com o treinador João Ganço, que durava há 25 anos; depois, a troca do Benfica pelo Sporting.

Puxemos o filme atrás. Através de um comunicado emitido pela agência que gere a sua carreira, Nelson Évora anunciou a 23 de setembro: “Na próxima época já não serei treinado pelo professor João Ganço (…). Quero também agradecer profundamente ao Professor Ganço toda a dedicação, entrega e companheirismo, em todos os momentos da minha (e nossa) carreira. Novos voos virão, mas a admiração e amizade permanecerá”.

Nem o atleta nem o treinador revelaram, então, pormenores sobre o motivo que os teria levado à separação, mas ficava a ideia de que teria sido por vontade de Nelson Évora que a ligação chegara ao fim.

João Ganço esclarece agora que não. “A decisão foi minha”, revelou ao Expresso o treinador.

Fique a saber a história completa aqui na Tribuna.

“Vouchers” do Benfica. PJ e MP já concluíram que ofertas a árbitros não constituem crime

O caso dos “vouchers” do Benfica está a fazer caminho para ser rapidamente arquivado. Tanto o Ministério Público como a Polícia Judiciária já terão concluído que as ofertas a árbitros feitas pelos encarnados não constituem crime, mas querem percorrer todas as etapas da investigação para apresentarem um resultado final “imaculado”, avança o “Diário de Notícias” esta terça-feira.

John John Florence campeão do mundo de surf... em Portugal

O jovem surfista havaiano John John Florence, de 24 anos, sagrou-se esta terça-feira pela primeira vez campeão mundial de surf, no Meo Rip Curl Pro Portugal que está a decorrer em Peniche.

John John Florence conseguiu chegar ao título mundial depois do norte-americano Conner Coffin ter batido o sul-africano Jordy Smith na meia final, afastando este último da possibilidade matemática de ainda conquistar o título.

É a nostalgia, Saca: “Hoje tenho energia para dar e vender”

Ele estava animado, sorridente, boné na cabeça e óculos de sol. Descontraído como nunca. Pela primeira vez, Tiago Pires está a assistir à etapa portuguesa do circuito mundial de surf, em Peniche, como adepto. Admitiu-nos que “é estranho” ficar na praia a ver os amigos e outros, contra quem competiu, a surfarem nas ondas em que ainda se imagina “a fazer manobras”, em entrevista ao Diogo Pombo.

Rali de Portugal com novidades em 2017

Embora só vá para a estrada em maio do próximo ano, a próxima edição do Vodafone Rali de Portugal está pronta no papel, havendo agora que pôr de pé o que está projetado. E se este ano o rali foi uma cópia da edição anterior, com a exceção da Porto Street Stage, para 2017 estão prometidas algumas novidades.

Segundo Pedro de Almeida, diretor da corrida, “as novidades não são muitas, porque sem levar em conta as segundas passagens pelos troços, só há 55 quilómetros novos, contra 90 quilómetros que são iguais e outros 55 que se correm em sentido contrário”.

Griezmann eleito melhor jogador da época 2015/16 em Espanha



O futebolista francês Antoine Griezmann foi distinguido na segunda-feira como melhor jogador da temporada 2015/16 da Liga espanhola de futebol, numa gala em que o Atlético de Madrid recebeu outros quatro galardões.

O internacional francês, que também recebeu o prémio de melhor jogador atribuído pelos adeptos, não esteve presente no Palácio dos Congressos de Valência, pelo que o troféu foi entregue ao presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo.

Os 'rojiblancos' viram também o seu treinador, o argentino Diego Simeone, ser premiado como melhor treinador, o esloveno Jan Oblak ser distinguido como melhor guarda-redes e o uruguaio Diego Godín como melhor defesa. O argentino Lionel Messi, do Barcelona, foi eleito melhor avançado, com o croata Luka Modric, do Real Madrid, a receber o prémio de melhor médio. O avançado argentino Luis Suárez foi considerado o melhor futebolista não-europeu.



Casillas assegura que não se retirou da seleção espanhola

O guarda-redes do FC Porto Iker Casillas assegurou esta segunda-feira que "em nenhum momento" admitiu ter-se retirado da seleção espanhola de futebol e mostrou-se disponível para regressar quando Julen Lopetegui assim o entender.

“Simplesmente dei um passo para o lado, mas estarei disponível sempre que o meu país me chame”, escreveu Casillas no Twitter, durante uma conversa com adeptos. Questionado sobre o porquê do regresso de Pepe Reina à 'Roja', o guarda-redes portista, que figura como o espanhol mais internacional de sempre, justificou-o com “uma decisão do selecionador”, Julen Lopetegui, que o orientou no FC Porto na temporada passada e de quem se disse amigo.

Sobre o seu futuro nos 'dragões', o espanhol garantiu que a sua ideia é estar o máximo de tempo possível, negando uma eventual transferência para o Málaga. “Desportivamente, estou muito bem”, sublinhou, indicando que a equipa está a ir “pouco a pouco”, sem pensar muito. Casillas, de 35 anos, escusou-se a planear uma possível retirada, alegando que prefere viver o dia-a-dia, enquanto se sentir bem entre as redes. “Serei eu a decidir quando devo ir embora e não outros”, frisou.



MANCHETES DO DIA

A Bola: “Príncipe da Europa”. Renato Sanches foi consagrado ontem no Mónaco como “Golden Boy”, o melhor jogador sub-21 a atuar no continente.

Record: “Vamos dar a volta a isto”, garantiu Jorge Jesus aos seus jogadores, depois do empate com o Tondela.

“Espero ser o melhor ponta-de-lança de sempre”, disse André Silva, na gala dos dragões.

O Jogo: “Quero voltar para o ano por termos ganho tudo”, disse Danilo, na gala dos dragões.