Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Penta-Vieira, o Canelas 2010 joga de “forma viril” (Fernando Madureira dixit) e parte do salário de Lopetegui ainda vem do dragão

Lopetegui está a receber 250 mil euros por ano na seleção de Espanha, num contrato de 1,1 milhões de euros. A diferença – cerca de 850 mil euros – está a ser paga pelo FC Porto, que devido ao contrato que tinha com o treinador espanhol, está obrigado a colmatar este valor até ao final da presente temporada

Expresso

MIguel Riopa / GETTY IMAGES

Partilhar

Bom dia,

Estes são os principais destaques da imprensa desportiva desta sexta-feira:

Lopetegui ainda pesa nos bolsos do dragão

Apesar de ser o atual selecionador espanhol, o FC Porto ainda está a pagar uma larga parte do salário a Julen Lopetegui, antigo treinador do clube, avança o “Jornal de Notícias” esta sexta-feira.

De acordo com o matutino, o técnico está a receber 250 mil euros por ano na seleção de Espanha, num contrato de 1,1 milhões de euros. A diferença – cerca de 850 mil euros – está a ser paga pelos dragões, que devido ao contrato que tinham com o treinador espanhol, estão obrigados a colmatar este valor até ao final da presente temporada.

Se Lopetegui tivesse ficado no FC Porto estaria esta temporada a cumprir o seu terceiro, e último ano de contrato.

A versão do et pluribus unum nas 556 palavras de Vieira

O presidente do Benfica discursou após a vitória esperada nas eleições do clube e falou em compromisso e união - e pediu que os benfiquistas se fizessem sócios porque só juntos chegarão ainda mais longe. Leia o que disse Luís Filipe Vieira, aqui na Tribuna.

O único clube que vai a jogo contra o Canelas: “Medo? Só do escuro. Os jogadores do Candal não são cobardes”

O presidente com várias passagens pelo Clube Desportivo do Candal não gosta que se refiram ao “mais representativo clube de Vila Nova de Gaia por Candal”, o nome da freguesia da coletividade com 112 anos de história e algumas presenças nas divisões nacionais. Aos 74 anos, avisa que voltou ao seu clube para o salvar da falência e defendê-lo desportivamente, não para alinhar “em grupos ou ir atrás dos outros como os passarinhos”.

Alberto Ribeiro conta que foi convidado para participar na reunião dos 12 clubes que vão deixar de comparecer aos jogos do Canelas 2010 com receio de ameaças e agressões, mas respondeu logo que não ia. A história para ler aqui na Tribuna.

“Tenho um Mustang de 66, vermelho. Mas mandei-o pintar pelo Sporting”

Pontualidade não é coisa de holandês. Pelo menos deste. "Já vi que arranjaram o que fazer", diz Ricky van Wolfswinkel, bem-disposto depois de mais de uma hora de atraso. O avançado holandês do nome estranho é o melhor marcador do Sporting (13 golos em 20 jogos) e um dos poliglotas que une um balneário com 11 nacionalidades diferentes. Também ele, aos 22 anos, junta tudo: o look nova-iorquino do cap verde dos Yankees e ténis com pala alta, as refeições à hora portuguesa, uma mentalidade aberta que distingue os holandeses e um humor... à Wolfswinkel.

Uma entrevista de 2011 para ler, que recuperamos a propósito da história de Alan Ruiz, o jogador do Sporting que, aparentemente, não pode estacionar no parque onde estão os carros dos seus colegas por ter um Ferrari vermelho, contou o jornal “A Bola” na quinta-feira.

Fernando Madureira: “Jogamos de forma viril. O futebol não é ballet”

Fernando Madureira, histórico líder da claque dos Super Dragões, afirma que o anunciado boicote dos adversários aos jogos com o Canelas 2010 é uma manobra de diversão de clubes com orçamentos astronómicos mas incapazes de ganhar em campo. Aos 41 anos, o camisola 9 e capitão do Canelas admite que a equipa joga de forma viril, “normal numa modalidade de contacto, ao contrário do ballet ou natação”. A entrevista é da Isabel Paulo.

Opinião: Jorge Jesus é vidente ou vê mal?

Jorge Jesus é um técnico que tem provas dadas em vários clubes e que tem um curriculum onde cabem várias vitórias na Liga, na Taça de Portugal e na Taça da Liga, além de outros troféus. Jorge Jesus conseguiu no Benfica manter a equipa principal de futebol sempre competitiva apesar dos jogadores que iam sendo vendidos. Jorge Jesus chegou ao Sporting e transformou a mentalidade da equipa, que passou a acreditar que podia mesmo ganhar todos os jogos em que entrasse – de tal modo que, no ano passado, o Sporting só não foi campeão porque, na reta final, o Benfica fez um trajecto extraordinário, conseguindo manter-se até ao fim dois pontos à frente dos jogadores que representavam o clube fundado pelo visconde de Alvalade.

A crónica é do Nicolau Santos.

MANCHETES DO DIA

A Bola: “O sonho continua”. Vieira garante ambição para os próximos quatro anos.

Record: “Onda vermelha”. Vieira reeleito com 95,5% dos votos.

O Jogo: “Podemos quebrar algumas marcas”, assume Herrera, jogador do FC Porto, em entrevista ao desportivo.

Logo à noite, dentro das quatro linhas:

Sporting x Nacional (21h00) – transmissão na Sport TV1

Benfica x Paços de Ferreira (19h00) – transmissão na Benfica TV