Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Nélson Évora foi buscar o ouro europeu, o Sporting empatou (outra vez) com o Guimarães e Lindelöf renova contrato

Nelson Évora sagrou-se campeão da Europa do triplo salto, renovando assim, em Belgrado, o título que alcançara há dois anos

Expresso

DIMITAR DILKOFF/ Getty Images

Partilhar

Bom dia,

estes são os principais destaques da imprensa desportiva esta segunda-feira:

Sporting e Vitória de Guimarães empatam a um golo em Alvalade

O Sporting e o Vitória de Guimarães empataram a um golo no Estádio José Alvalade, em encontro da 24.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, repetindo a igualdade da primeira volta, no Minho (3-3).

Os ‘leões’ adiantaram-se no marcador aos 35 minutos, pelo argentino Alan Ruiz, mas, na segunda parte, aos 76, o maliano Marega restabeleceu a igualdade, apontando o seu primeiro golo desde 30 de outubro.

Com este resultado, o Sporting manteve-se no terceiro posto, com 48 pontos, a 11 do FC Porto, segundo, e 12 do líder Benfica, enquanto os minhotos permanecem em quinto, com 40, a dois do Sporting de Braga, terceiro.

Belenenses vence e iguala Desportivo de Chaves no sétimo lugar da I Liga

O Belenenses recebeu e bateu o Desportivo de Chaves por 2-1, graças a mais uma atuação decisiva do avançado brasileiro Maurides, em encontro da 24.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Pedro Tiba adiantou os forasteiros, aos 45 minutos, num remate feliz, mas, na segunda metade, Maurides, que na ronda anterior ‘bisara’ em Arouca, restabeleceu a igualdade, aos 71, e fez a assistência para o golo de Tiago Caeiro, aos 90+1.

Com este resultado, o Belenenses passou a somar 32 juntos, juntando-se aos flavienses no sétimo lugar, provisoriamente a sete do Vitória de Guimarães, quinto colocado.

Título de Nelson Évora só ao alcance dos grandes campeões, diz Luís Figueiredo

O vice-presidente da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA), Luís Figueiredo, e ‘team leader’ da seleção nacional nos Europeus de pista coberta considerou a revalidação do título de Nelson Évora um feito só ao alcance dos grandes campeões.

Luís Figueiredo, em declarações “ainda a quente” à agência Lusa, dado que a emoção da conquista do título europeu, em Belgrado, “foi muito forte”, recordou as contrariedades sofridas por Nelson Évora e todos os obstáculos que o atleta teve que superar.

“Todos nós sabemos por aquilo que o Nelson tem passado e por tudo o que tem sofrido, mas, no fundo, nós acreditamos, porque o Nelson tem fibra de campeão e é um campeão, e os campeões vêem-se nestas alturas”, disse Luís Figueiredo, acrescentando que “toda a equipa fantástica que se deslocou a Belgrado está de parabéns”.

Marítimo vence Vitória de Setúbal e aproxima-se da Europa

O Marítimo aproximou-se dos lugares europeus da I Liga portuguesa de futebol, ao receber e bater o Vitória de Setúbal por 1-0, em encontro da 24.ª jornada da prova.

Um golo do médio brasileiro Fransérgio, aos 21 minutos, foi suficiente para os insulares somarem a 10.ª vitória na competição e sétima em casa, em 12 jogos.

Na classificação, o Marítimo, sexto classificado, passou a somar 37 pontos, contra 39 do Vitória de Guimarães, quinto, que se desloca hoje ao reduto do Sporting, enquanto os sadinos caíram para o nono posto, com 30.

Benfica renova com Lisandro Lopez e Victor Lindelöf até 2021

O Benfica anunciou as renovações com o argentino Lisandro Lopez e o sueco Victor Lindelöf, no relatório e contas do primeiro semestre da presente época futebolística, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Em termos de política de renovações, a Benfica SAD optou por prolongar o vínculo laboral com o atleta Lisandro López por mais três épocas desportivas, ou seja, até 30 de junho de 2021 e, já no final do semestre”, é referido no documento.

Quanto a Lindelöf, que chegou a ser apontado como ‘alvo’ do Manchester United na reabertura do mercado, o Benfica prolongou contrato com o sueco “até ao final de época 2020/2021”.

SAD do Benfica com resultado positivo de 2,6ME no primeiro semestre de 2016/17

A SAD do Benfica anunciou no domingo um resultado líquido consolidado positivo de 2,6 milhões de euros no primeiro semestre da presente época desportiva, verba que ainda não inclui a venda dos futebolistas Gonçalo Guedes e Hélder Costa.

“De realçar que este resultado não inclui as alienações dos direitos dos atletas Gonçalo Guedes (Paris Saint-Germain) e Hélder Costa (Wolverhampton), que ascenderam a um montante global de 45 milhões de euros e que irão representar um impacto positivo próximo dos 38,9 milhões de euros no resultado do próximo semestre”, refere o Benfica no relatório enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Segundo o documento, o resultado operacional sem direitos de atletas “supera os 18,1 milhões de euros”, o que representa “o melhor desempenho de sempre em períodos homólogos, alicerçado no crescimento das receitas operacionais e na entrada em vigor do novo contrato de exploração dos direitos de televisão”, com a NOS.

Nelson Évora campeão da Europa do triplo salto

Nelson Évora sagrou-se campeão da Europa do triplo salto, renovando assim, em Belgrado, o título que alcançara há dois anos.

O atleta do Sporting ganhou com a marca de 17,20 metros, o seu melhor registo da época, à frente do italiano Fabrizio Donato (17,13) e do alemão Max Hess (17,12).

Bruno de Carvalho promete uma nova era e fazer do Sporting campeão

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, garantiu no domingo que a sua vitória eleitoral marca o início de uma nova era e prometeu fazer do Sporting campeão no futebol profissional neste segundo mandato.

“Esta equipa que eu lidero vai fazer do Sporting campeão. O Sporting está aqui para liderar e nós, todos juntos, somos mais de três milhões e meio e a maior potência desportiva de Portugal”, disse Bruno de Carvalho, num discurso empolgado em cima do palco montado para o efeito, sob chuva constante e perante uma centena de adeptos ‘leoninos’ que entoavam os cânticos afetos ao clube.

Manchetes do dia

A Bola: “Festa estragada”. Empate no primeiro jogo depois das eleições no clube.

Record: “Voto em branco”. Euforia eleitoral não passou para a equipa.

O Jogo: “Outra vez Marega”. Maliano que Jesus queria contratar já tinha bisado na primeira volta.