Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Bruno de Carvalho e a derrota frente ao Belenenses: “Para mim, chega”

“Tudo tem de ser diferente na próxima época. O Sporting é vencer, não é dar desculpas”, disse Bruno de Carvalho, no final do jogo com o Belenenses

Expresso

MANUEL DE ALMEIDA

Partilhar

Bruno de Carvalho levou a mãe para ver o jogo do Sporting com o Belenenses… mas o resultado não abonou a seu favor. A derrota por 3-1 deixou o presidente dos leões triste pelo resultado e pela exibição.

“Infelizmente, não era o que queríamos. Eu até trouxe a minha mãe para ver este jogo. O que podemos dizer aos adeptos, que vieram em massa, é pedir desculpa. Este jogo não tem nada a ver com o Sporting. Os sportinguistas não merecem sair daqui, depois de um estádio super lotado, com este resultado, não merecem o que viram. Não me interessa o caudal ofensivo, interessa é vencer. Foi um jogo deprimente para o Sporting. O Sporting não pode ser isto. Temos de pensar todos muito bem o que estamos a fazer. Dirigentes, treinadores e atletas. Não há justificações que permitam chegar a um ponto de termos um estádio cheio quando não lutamos para nada e dar um dia tão mau aos sportinguistas. Só posso pedir desculpa enquanto presidente do Sporting. Achei [o jogo] deprimente, gostava de ter dado outro dia aos sportinguistas”, disse Bruno de Carvalho em declarações à “Sporting TV” no final do jogo.

“O que posso garantir é que, enquanto presidente, para mim chega. Tudo tem de ser diferente na próxima época. O Sporting é vencer, não é dar desculpas”, apontou.

Bruno de Carvalho tem estado a assistir aos jogos do Sporting fora do banco de suplentes - neste momento, ainda está a cumprir o castigo de 113 dias imposto pelo Conselho de Disciplina da Federação.