Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Portugal leva uma equipa de 11 canoístas aos Europeus na Bulgária

Além dos 11 atletas da equipa sénior, Portugal apresenta dois na para-canoagem, nomeadamente Norberto Mourão e Floriano Jesus.

Lusa

DAMIEN MEYER

Partilhar

Portugal vai levar uma equipa de 11 canoístas aos Europeus de canoagem de Plovdiv, na Bulgária, de 14 a 16 de julho, e nos quais Fernando Pimenta defende o ouro conquistado em 2016 no 'olímpico' K1 1.000.

O atleta limiano, quinto no Rio2016, conquistou inédito título europeu em K1 1000 em Moscovo e agora volta a ser um dos principais candidatos ao ouro, até porque nesta época vai dedicar-se apenas ao K1.

Fernando Pimenta vai fazer ainda K1 500 e 5.000, sendo que nesta última distância, que não integra o programa dos Jogos, também é o campeão da Europa em título.

Emanuel Silva e João Ribeiro, que conquistaram o melhor resultado da canoagem portuguesa no Rio2016, com o quarto lugar em K2 1000 (Emanuel e Pimenta foram vice-campeões olímpicos nesta tripulação em Londres2012), voltam a juntar-se, desta vez em K2 500, distância não olímpica.

O calendário não permite juntar o K4 500 (substitui os 1000 no programa olímpico) ao desejado K2 1000, pelo que farão K2 500, distância na qual já foram campeões do Mundo, em 2013, em Duisburgo, na Alemanha.

Com a dedicação exclusiva de Pimenta ao K1, David Varela é o seu substituto no K4 500, no qual Emanuel Silva é o novo 'voga', o homem da frente.

Na equipa feminina, destaque para o olímpico K2 500 no qual Teresa Portela volta a fazer equipa com Joana Vasconcelos, tripulação já com alguma experiência e com vários pódios em sub-23.

Teresa Portela, que também faz K1 200, vai igualmente integrar o K4 500, que conta com Joana Vasconcelos, Francisca Laia e Maria Cabrita, a única do quarteto ainda sem experiência olímpica.

Nas canoas, Hélder Silva continua a fazer C1 200 e em C2 vai ter a companhia de Nuno Silva, com quem faz equipa igualmente nos 1000 metros, a nova distância olímpica, já que os 200 metros saíram do programa desta especialidade.

Além dos 11 atletas da equipa sénior, Portugal apresenta dois na para-canoagem, nomeadamente Norberto Mourão e Floriano Jesus.