Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Boicote? Qual boicote? Com Maxi tudo na mesma e afinal havia outro (Ruiz)

O sorteio das competições profissionais ficou marcado pela ausência do Benfica e dos árbitros premiados. Os jornais desta manhã asseguram que a ausência foi de protesto. A continuidade de Maxi no plantel portista e o golo de Leonardo Ruiz no Sporting são outros dos destaques.

Expresso

Pedro Proença é presidente da Liga

Rui Duarte Silva

Partilhar

Bom dia!

Estes são alguns dos temas que dominam a imprensa desportiva desta manhã.

Boicote? Qual boicote?

O campeonato estava ganho. A ele, o Benfica juntou ontem quatro prémios individuais. Rui Vitória foi considerado o melhor treinador da época 2016/2017; Pizzi, o melhor jogador. Nélson Semedo levou o prémio Revelação e Ederson foi o melhor Guarda-Redes. Tudo bons motivos para uma festa em Matosinhos à margem do sorteios das competições da Liga Portugal para 2017/2018, certo? Errado!

Nenhum dos premiados compareceu e se oficialmente ninguém assumiu um boicote do Benfica - o vice Sílvio Cervan, presente na cerimónia, desdramatizou justificando a ausência com férias e trabalho dos galardoados - o jornal "Record" assegura que o gesto foi mesmo um boicote em protesto contra o clima de crispação vivido no futebol português.

E "A Bola" corrobora citando fonte encarnada: "Os jogadores do Benfica premiados faltaram à Gala da Liga como manifestação de desagrado pelo ambiente no futebol português e silêncio e inércia da Liga".

Na folha de presença, foi ainda notada a ausência dos árbitros premiados - Jorge Sousa (melhor Árbitro) e Rui Licínio (melhor Assistente). Ambos alegaram motivos pessoais e avisaram já perto da cerimónia. Luciano Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, é que não viu nisso nenhum ato de protesto. "Não existiu boicote algum. É falso!".

Samaris de saída?

"O Jogo" diz que o Newcastle está na disposição de avançar com os 20 milhões de euros exigidos por Luís Filipe Vieira para deixar sair o jogador. A primeira proposta terá ficado àquem das aspirações encarnadas, mas Rafa Benitez quererá mesmo contar com o grego no meio-campo. Samaris tem contrato até 2019 e uma cláusula de 45 milhões.

Maxi fica

No jornal "A Bola", novidades do reino do Dragão. O diário garante que Maxi não está interessado em deixar o FC Porto, mas também não terá abertura para mexer no contrato. O lateral, tal como Casillas, é um dos mais bem pagos do plantel azul e branco, mas não estará disposto a mexer no salário. Ainda lhe restam dois anos de contrato.

Certo é que Sérgio Conceição não vai contar nas fileiras com Ruben Neves e Boly, já oficializados pelo novo clube de Nuno Espírito Santo. O Wolverhampton anunciou que o jovem médio da formação do FC Porto assinou um contrato válido por cinco temporadas, ao passo que Boly vai para Inglaterra por empréstimo.

Afinal, havia outro (Ruiz)

Ruiz, Leonardo Ruiz. O terceiro Ruiz de Alvalade (depois de Bryan e Alan) carimbou o nome nas manchetes do dia graças ao golo que assinalou esta sexta-feira, num primeiro teste dos leões, na preparação da pré-época. O jovem avançado colombiano foi o autor do único golo do Sporting que terminou o jogo empatado a um com o Sporting. Já se fala em dinastia.