Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Watford, o clube onde muitos treinadores vão morrer e Marco Silva quer sobreviver (por mais de uma época)

Chegado ao Watford este verão e enquanto a época não arranca, Marco Silva já teve oportunidade de trocar algumas palavras com o presidente honorário do clube: o cantor Elton John.

Expresso

Shaun Botterill

Partilhar

O Watford começa a ter fama em Inglaterra de ser o clube da Premier League onde muitos treinadores vão morrer. Em cinco anos, passaram nove nomes pelo banco do comando do plantel.

Marco Silva, ex-treinador do Hull City, está numa posição ingrata, mas não parece preocupado. Em entrevista à “Eurosport”, o técnico português disse ter um “projeto para dois anos” no clube.

“O nosso objetivo é claro, temos de provar que somos um clube de Premier League”, apontou.

Ainda assim, Marco Silva não se conseguiu escapulir ao historial de despedimento do clube. “Não quero falar do passado. Respeito os outros treinadores, que fizeram um bom trabalho aqui. O clube decide o que decide e não sou a pessoa certa para falar sobre isso”, disse.

Chegado ao Watford este verão e enquanto a época não arranca, Marco Silva já teve oportunidade de trocar algumas palavras com o presidente honorário do clube: o cantor Elton John.

“É uma pessoa fantástica e espero que venha ao primeiro jogo, contra o Liverpool. O que me disse? Coisas normais, como ‘boa sorte, és um treinador fantástico’. Mas ele diz isso a todos!”, revelou.