Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Jorge Jesus, o caso dos e-mails e o seu computador: “O Benfica ficou com seis anos do meu trabalho”

O treinador do Sporting confirmou a denúncia feita pelo responsável de comunicação do FC Porto na terça-feira

Expresso

Jorge Jesus tem 63 anos e é treinador do Sporting há três épocas

Carlos Rodrigues/Getty

Partilhar

A investigação ao caso dos e-mails, revelados por Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, está a decorrer, mas estes ainda continuam a surgir.

Na terça-feira, o responsável de comunicação dos dragões, no seu espaço de comentário desportivo no "Porto Canal, revelou mais um: desta vez, era o nome de Jorge Jesus que aparecia em destaque.

Francisco J. Marques denunciou a sugestão do administrador da SAD do Benfica, Domingos Soares de Oliveira, para que se entrasse no computador de Jorge Jesus, de forma a obter informação que poderia ser valiosa no processo que o clube moveu contra o treinador quando este se mudou para o Sporting.

“Recordo ainda que temos o famoso interveniente que imprimiu em Julho os documentos do Jorge Jesus para o Bruno de Carvalho, que só devemos utilizar em última instância. Quanto ao computador do Jorge Jesus, por acaso já se lembraram de que o mesmo seja analisado pelo nosso pessoal técnico? Um abraço”, dizia o tal email, segundo o “Record” esta sexta-feira.

Esta mensagem até podia ser uma informação falsa… a não ser que o atual treinador do Sporting a confirmasse. E foi isso que aconteceu.

Na quinta-feira, durante a conferência de imprensa de antevisão da partida contra o Vitória de Setúbal, Jorge Jesus foi questionado sobre esta situação e confirmou a denúncia.

“Sabem o que é o disco do computador? Nesse disco estavam seis anos do meu trabalho e, basicamente, ficaram com o meu trabalho. É só isso”, disse o treinador do Sporting.