Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Bolsos dos três grandes 'engordaram' €200 milhões este verão com a venda de jogadores

O Sporting foi o clube mais gastador do futebol português: saíram 27,1 milhões de euros

Expresso

Ederson Moraes tem 23 anos e é internacional brasileiro

Getty

Partilhar

Foi um bom verão para os três grandes portugueses no mercado de transferências. De acordo com o “Jornal de Negócios” esta sexta-feira, Benfica, Porto e Sporting encaixaram um total de 205,5 milhões de euros em vendas. E este número pode ainda aumentar.

Fora dos mais de 200 milhões de euros estão ainda os 15 milhões que o Marselha deverá pagar por Mitroglou e os 29 milhões que dependem da aprovação do negócio, por parte da FIFA, na venda de Adrien Silva ao Leicester City.

Segundo as contas do “Negócios”, os três grandes venderam quase quatro vezes mais do que compraram este verão - apenas 54,75 milhões de euros saíram dos cofres para a aquisição de reforços.

O Benfica amealhou 115,85 milhões de euros em vendas e apenas despendeu 6,65 milhões em aquisições. Já o Porto conseguiu 69,9 milhões de euros com a venda de passes de jogadores e gastou 21 milhões de euros em compras.

Por sua vez, o Sporting foi o clube mais gastador do futebol português: entraram 20,1 milhões de euros e saíram 27,1 milhões. (Falta ainda a venda de Adrien nestes números.)

O ex-guarda-redes do Benfica Ederson representa a maior venda feita por um clube português este verão - 40 milhões de euros - e a compra de Marcos Acuña, por 9,6 milhões de euros, pelo Sporting, o maior investimento.

Partilhar