Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Substituição no julgamento: Cristiano Ronaldo despede advogados

Decisão de Cristiano Ronaldo surge poucos dias depois de ter vindo a público que os juízes do caso estarão também a investigar os seus colaboradores financeiros mais próximos

Expresso

Juan Medina

Partilhar

Cristiano Ronaldo despediu os advogados da firma Baker & McKenzie que o representavam no caso de fuga ao fisco de que é acusado pelas Finanças espanholas, avança o “El Mundo” esta terça-feira.

Esta decisão do internacional português surge poucos dias depois de ter vindo a público que os juízes do caso estarão também a investigar os seus colaboradores financeiros mais próximos: o agente Jorge Mendes, o advogado Carlos Osório e o consultor de imagem de Ronaldo, Luís Correia.

Pelo que apurou o “El mundo” junto de fontes do Real Madrid, a decisão do Cristiano Ronaldo teve como principal motivo a procura de uma equipa de advogados com um “perfil mais técnico e melhores especialistas em delito fiscal”.

Segundo o matutino, Cristiano terá escolhido como substitutos a equipa de José Antonio Choclán, que se encontra a defender o treinador português José Mourinho, que é também acusado de fugir ao fisco.

De acordo com a edição do jornal “El mundo” no sábado, o avançado do Real Madrid comunicou, nos últimos dias, ao Juiz de Instrução informação comprometedora sobre os seus assessores fiscais. (Mais AQUI.)

Partilhar

  • Ronaldo denuncia assessores fiscais e advogados

    Atualidade

    O jogador do Real Madrid apontou o dedo aos responsáveis pela assessoria fiscal no pagamento dos seus impostos que estão a ser investigados pelas autoridades espanholas. Quem Cristinano Ronaldo faz questão de ilibar é Jorge Mendes, uma pessoa "que não tem maldade nenhuma"