Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O Leicester disse que ia recorrer da decisão da FIFA sobre Adrien. Até agora, nada

Adrien Silva pode passar os próximos três meses como um jogador sem Liga em que competir. Não está inscrito em Portugal nem em Inglaterra

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Adrien Silva pode bem vir a passar os próximos três meses sem jogar e só ver a sua mudança para Inglaterra confirmada no período de transferências natalício. O Leicester City ainda não recorreu da decisão da FIFA, avança o jornal “Leicester Mercury” esta quarta-feira.

Neste momento, não há indicações que o clube britânico venha mesmo a apresentar algum pedido especial à FIFA, apesar de inicialmente ter dito que o ia fazer.

Segundo o matutino britânico, a Federação Inglesa de Futebol disponibilizou-se para apoiar o recurso do Leicester à FIFA, tendo em conta as circunstâncias da transferência, mas não o chegou a fazer - até agora -, pois o clube também não tomou qualquer iniciativa.

O médio português, vendido por 25 milhões de euros, viu o seu futuro embargado, depois da FIFA ter recusado emitir o certificado internacional referente à transferência do internacional português, dado que os documentos foram enviados 14 segundos após o fecho do mercado de transferências.