Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

É muita mais a fita-cola que une Coentrão a Jesus do que aquela que os separa

Durante os festejos do golo de Bruno Fernandes, Fábio Coentrão foi ao banco buscar fita-cola. E Jorge Jesus deu-lhe um raspanete

Expresso

ROBERT GHEMENT/EPA

Partilhar

O encontro do Sporting com o Tondela, no sábado, ficou marcado pelo raspanete dado por Jorge Jesus a Fábio Coentrão, logo depois do golo de Bruno Fernandes ao minuto 72. Até agora não eram conhecidas as palavras trocadas entre os dois elementos dos leões ou o motivo da discussão.

JJ aproveitou os festejos do golo para por o defesa em ‘sentido’: segundo o “Record” esta segunda-feira, enquanto Gelson, William e Bruno Fernandes alinhavavam a jogada do golo, Coentrão estava perdido no relvado, na zona central, fora de pé e de braços no ar, pedindo ao staff que lhe enviasse um rolo de ...fita-cola, a fita utilizada pelos jogadores para tapar anéis e pulseiras.

Coentrão foi ao banco buscar a dita fita-cola durante os festejos do golo e JJ começou ao berros, condenando a distração do jogador. “Mas tu és doido?! Só podes estar a gozar!”, terá dito o treinador. Por sua vez, Coentrão não se ficou e respondeu no mesmo tom.

O defesa do Sporting viria a sair poucos minutos depois, mas por uma questão de estratégia de jogo - JJ queria gerir o esforço do jogador.

No final do encontro, tanto Jesus como Coentrão já estavam em sintonia e trocaram impressões sobre o jogo, nota o desportivo.

Lembremos que foi JJ que lançou Fábio Coentrão no Benfica e também foi ele que o foi buscar ao Real Madrid, para lhe dar uma nova oportunidade de carreira no Sporting. Entre os dois existe uma grande relação de confiança.