Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Apesar da dispensa de Conte, Diego Costa despediu-se do Chelsea com o coração na boca

Depois de três épocas no Chelsea, Diego Costa optou por regressar ao Atlético de Madrid. Na hora da despedida, deixou uma mensagem de devoção aos adeptos do clube londrino

Expresso

Mike Hewitt

Partilhar

Diego Costa foi surpreendido com uma ordem de dispensa por Antonio Conte, no final da época passada, através de uma mensagem de texto. Um SMS. O jogador nem chegou a fazer parte da pré-temporada do Chelsea.

Depois de três épocas no clube londrino, Diego Costa optou, então, por regressar ao seu antigo clube: o Atlético de Madrid. Assinou contrato esta semana. Mas no momento da despedida de Inglaterra decidiu não deixar nada por dizer e foi até às redes sociais expressar como é que se sente,

“Há ciclos que se abrem e ciclos que se fecham. O meu ciclo no Chelsea iniciou-se há três anos, três anos marcantes em todos os aspetos, e que jamais esquecerei. Dois títulos de campeão, uma Supertaça Inglesa, 120 jogos, 59 golos e 24 assistências depois este ciclo encerra. Não da forma que desejava (longe disso), mas da forma possível”, escreveu na sua página do Facebook.

“Na memória e no coração ficarão para sempre os maravilhosos adeptos de um grande clube e todos os companheiros com quem partilhei o balneário, bem como todo o staff logístico, administrativo e clínico. Levo-os comigo com a certeza de que sempre irei estar ao seu lado da mesma forma que, acredito, eles entenderão a razão pela qual este meu ciclo teve de chegar agora ao fim. Porque não podia perder a crença em mim. Obrigada por tudo Chelsea”, concluiu.