Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Pinto da Costa: “Nem sempre é possível ganhar, ou então não nos deixam ganhar. Vamos lutar muito em Alvalade”

O FC Porto faz 124 anos esta quinta-feira. Pinto da Costa falou aos jornalistas sobre o clássico, o futuro do clube e elogiou a exibição da equipa diante do Monaco

Expresso

PAULO DUARTE

Partilhar

Esta quinta-feira, o FC Porto está de parabéns: é o seu 124.º aniversário. Pinto da Costa, presidente dos dragões, marcou presença no hastear da bandeira no estádio do clube e falou ao desportivo o “Jogo” sobre o clássico com o Sporting e o momento atual do clube.

“Gostaria de dar prendas aos nossos adeptos todos os dias. Só que nem sempre é possível ganhar, ou então não nos deixam ganhar. Vamos lutar muito em Alvalade. Todos os dias vamos fazer do FC Porto um clube cada vez maior”, disse Pinto da Costa.

A título de exemplo, o presidente dos dragões lembrou a vitória conseguida esta semana diante do Monaco. “Quando nos queriam imitar, demos uma resposta inequívoca contra o campeão francês. Todo o futebol se admirou, a equipa encarnou o espírito do FC Porto e do dragão. E foi fundamental a força dos adeptos que apoiaram a equipa e que nunca se calaram naquele estádio. É nesses adeptos que temos que encontrar forças para sermos o baluarte do norte, contra o centralismo”, atirou.

Para o já presidente histórico do clube, o aniversário do FC Porto “é um momento de grande satisfação” e serve para “evocar aqueles que amaram e têm feito por este clube ao longo de 124 anos, desde o fundador Nicolau de Almeida até D. António Francisco”. Mais: Pinto da Costa prometeu ainda manter-se na liderança do clube “enquanto tiver forças para isso”.

“Tem sido um prazer lutar pelo FC Porto num país cada vez mais centralista. É muito bom ver este clube cada vez mais forte, como se viu recentemente no Mónaco. Quanto mais se fala em descentralização, mais o país é centralista e o FC Porto será sempre um baluarte nessa luta contra o centralismo”, disse.