Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“A FIFA é um corpo suíço e frio”, queixa-se pai de Adrien Silva

Intransigência da FIFA, perante atraso de 14 segundos, é impressionante, queixou-se o pai do futebolista, em declarações ao “Mirror” esta sexta-feira

Expresso

Carlos Rodrigues

Partilhar

Como é que não se tolera um atraso de 14 segundos na inscrição de um jogador, correndo o risco de deixar a sua carreira num limbo durante meses? Não tolerando, sendo “frio”.

“Esta situação é estúpida. Falei com o Adrien e ele sente-se como alguém que quer jogar e está proibido de tal por causa de 14 segundos”, revelou o pai do futebolista, em declarações ao “Mirror” esta sexta-feira.

O filho, ex-médio do Sporting, está com a carreira embargada até janeiro. E a FIFA não vai voltar atrás na sua decisão. Ainda esta semana, o organismo internacional de futebol voltou a rejeitar o pedido do Leicester City em inscrever Adrien Silva na Premier League.

Segundo familiar de Adrien, “a FIFA é um corpo suíço e frio”. “Eles estão mais preocupados no lucro do que com os jogadores. Neste caso, não se preocuparam com a situação do atleta. Se fosse um atraso de cinco minutos, nós até admitimos que estivemos mal, mas por 14 segundos é impressionante – principalmente ao sabermos como funcionam os computadores”, lembrou.