Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Fernando Santos recebeu a prenda desejada, Messi fez de milagreiro à Argentina e Lewandowski está licenciado

Robert Lewandowski, do Bayern Munique, tirou a licenciatura em Educação Física e Desporto, depois de apresentar uma dissertação sobre a sua própria vida

Expresso

EITAN ABRAMOVICH

Partilhar

Bom dia,

estes são os principais destaques da imprensa desportiva esta quarta-feira:

Mundial: Messi salva Argentina

A ‘grandiosidade’ de Lionel Messi apareceu em todo o seu esplendor na terça-feira em Quito, em forma de um ‘hat-trick’, num histórico 3-1 ao Equador, que salvou a Argentina de falhar pela primeira vez um Mundial desde 1970.

Numa última ronda sul-americana que qualificou ainda Uruguai e Colômbia, atirou o Peru para o ‘play-off’ e eliminou Chile e Paraguai, os argentinos estavam obrigados a ganhar frente ao Equador e começaram, praticamente, a perder, pois Romario Ibarra demorou apenas 38 segundos a adiantar os locais.

Lá bem no alto, nos 2.850 metros de Quito, Messi veio, porém, em socorro da Argentina e virou o resultado, com um toque de classe após tabela com Di Maria, aos 12 minutos, e um violento tiro de pé esquerdo, depois de roubar a bola a Dario Aimar, aos 20.

Em vantagem, os comandados de Jorge Sampaoli tranquilizaram e passaram a controlar os acontecimentos, mas só ganharam alguma folga aos 62 minutos, quando Messi voltou a ‘esfregar a lâmpada’ e, com um belo ‘chapéu’ a Banguera, selou o 3-1 final.

O craque de Rosário somou, assim, o quinto ‘hat-trick’ pela Argentina, mas apenas o primeiro em eliminatórias para o Mundial, sendo que passou a contar 61 golos, em 122 jogos pela seleção: com ele, na qualificação, o conjunto ‘albi-celeste’ somou 21 pontos, em 10 jogos. Sem ele, apenas sete, em oito encontros.

Na formação argentina, que partiu para a última ronda do sexto lugar, foram titulares o benfiquista Salvio (saiu aos 90 minutos) e o sportinguista Acuña e alinharam de início os ex-benfiquistas Di Maria e Enzo Pérez e o ex-portista Otamendi.

Quando o engenheiro fala, alguém ainda duvida? Nem a Madonna

Fernando Santos garantiu que Portugal ia ganhar à Suíça... e ganhou mesmo. A seleção venceu por 2-0, termina o apuramento em 1º lugar do grupo B e já está qualificada para o Mundial 2018

Mais AQUI na Tribuna.

Lewandowski tira licenciatura com uma dissertação baseada na sua vida

O futebolista internacional polaco Robert Lewandowski, do Bayern Munique, tirou a licenciatura em Educação Física e Desporto, depois de apresentar uma dissertação sobre a sua própria vida, concluindo assim os seus estudos universitários.

De acordo com a imprensa polaca, a dissertação do jogador centra-se na sua própria experiência como futebolista, desde o começo nas equipas da sua cidade natal até aos seus jogos nos estádios mais importantes da Europa.

Neste trabalho, o futebolista destacou o apoio da sua família e da sua esposa, a polaca Anna Lewandowski, e sublinhou a importância de uma ambição saudável para se atingir os objetivos profissionais.

Lewandowski, de 29 anos, é um dos nomeados para a Bola de Ouro, prémio que distingue o melhor jogador do mundo, nomeação na qual também marca presença o internacional português Cristiano Ronaldo.

O avançado, melhor marcador da história da seleção polaca, contabilizou 16 golos no apuramento europeu para o Mundial2018, na Rússia, mais um do que o internacional português Cristiano Ronaldo, que ainda hoje defronta a Suíça.

Não há Brasil, há Portugal. Espanha joga particular com a seleção nacional em novembro

Há cinco anos que Portugal não se bate com “nuestros hermanos”. O último jogo entre as duas seleções ibéricas foi no Euro2012 – na altura, os espanhóis ganharam nos penáltis

Mais AQUI na Tribuna.

Portugal será cabeça-de-série no sorteio do Mundial

A seleção portuguesa conseguiu a qualificação para uma fase final de um campeonato do mundo de futebol pela sétima vez

Mais AQUI na Tribuna.

Manchetes do dia

A Bola: “Nação Valente”. Seleção está no mundial

Record: “Parabéns”. Portugal é cabeça-de-série na fase final

O Jogo: “Na Rússia à campeão”. Seleção cumpre dever de chegar ao Mundial