Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Svilar rima com azar, o Sporting perdeu (mais uma vez) ao cair do pano e o regresso da Liga Europa

O Sporting de Braga defende esta quinta-feira a liderança do grupo C da Liga Europa em futebol, na receção ao Ludogorets, enquanto o Vitória de Guimarães joga uma cartada decisiva na visita ao Marselha.

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Bom dia,

estes são os principais destaques da imprensa desportiva esta quinta-feira:

Braga defende liderança, Guimarães obrigado a pontuar em Marselha

O Sporting de Braga defende esta quinta-feira a liderança do grupo C da Liga Europa em futebol, na receção ao Ludogorets, enquanto o Vitória de Guimarães joga uma cartada decisiva na visita ao Marselha.

Num jogo marcado para as 20:05, os minhotos recebem os campeões búlgaros, segundos no agrupamento com quatro pontos, depois de terem vencido os dois primeiros jogos, com Hoffenheim (2-1) e Basaksehir (2-1), que visita os alemães no outro jogo do grupo.

A formação de Abel Ferreira chega ao encontro europeu depois de uma vitória por 3-2 na Taça de Portugal, em casa do São Martinho, e procura segurar a liderança do grupo e dar mais um passo rumo à qualificação para a fase seguinte.

Já o Vitória de Guimarães enfrenta, no grupo I, uma difícil deslocação ao terreno do Marselha, às 18:00, sabendo que parte no último lugar do grupo, com apenas um ponto em dois jogos.

Depois do empate com o Salzburgo (1-1) e da derrota com o Konyaspor (2-1), os vimaranenses procuram em França ultrapassar o Marselha, que tem três pontos, enquanto os austríacos, que lideram com quatro pontos, visitam os turcos, que têm três.

O sueco Stefan Johannesson foi o árbitro escolhido para o Marselha-Vitória de Guimarães e o italiano Davide Massa, de 36 anos, apita o Sporting de Braga-Ludogorets.

As Mile e uma coisas que correm mal ao Benfica

Contra o Manchester United, uma delas foi Mile Svilar agarrar uma bola e entrar com ela na própria baliza, é um facto. O Benfica perdeu (0-1) pela terceira vez na Liga dos Campeões, mas os 18 anos de um miúdo que é um guarda-redes que promete e tem a confiança de um adulto foram o menor dos problemas da equipa de Rui Vitória

Mais AQUI na Tribuna.

Quando perder jogos de forma cruel começa a ser uma especialidade

O Sporting perdeu por 2-1 frente à Juventus em Turim, num jogo em que entrou a vencer e dominou uma boa fatia da 2.ª parte. Mas tal como no último ano nos dois jogos com o Real Madrid, os leões voltaram a sofrer golos ao cair do pano e a sair do estádio de um dos colossos europeus com uma derrota inglória, daquelas que Jesus já deve estar mais que farto

Mais AQUI na Tribuna.

Belenenses não quis adiar jogo com Tondela. A resposta de quem sofreu com os incêndios: “Falta de solidariedade, sensibilidade e bom senso”

Ao contrário do que era expectável, o jogo Tondela-Belenenses, marcado para domingo, não irá ser adiado, devido à "falta de solidariedade, de sensibilidade e de bom senso que os mais altos responsáveis da Belenenses SAD demonstraram", acusa o Tondela

Mais AQUI na Tribuna.

“Viver ali era como uma lotaria. A qualquer momento, podíamos morrer”. FK Qarabag, o clube maior do que a guerra

Eles fugiram da guerra para sobreviver e continuar a jogar futebol. Falamos do FK Qarabag, que se tornou, este ano, a primeira equipa do Azerbaijão a chegar à fase de grupos da UEFA Champions League (joga esta quarta-feira, 17h, contra o Atlético de Madrid). Esta é a história de um clube que é também a história de dois países que vivem entre a guerra e a paz. E é um ex-futebolista do Qarabag que nos guia

Mais AQUI na Tribuna.

A época da NBA começou com um tornozelo partido para Gordon Hayward

Para voltar a entrar em campo, Gordon Hayward vai precisar de ser operado e vai ter de esperar largos meses - partiu o tornozelo cinco minutos depois de se estrear

Mais AQUI na Tribuna.

PJ faz buscas no Benfica no âmbito do caso dos e-mails

A operação está a decorrer durante a manhã desta quinta-feira. Em causa está a investigação em curso relacionada com as informações presentes nos correios eletrónicos que o Porto Canal tem revelado

Mais AQUI na Tribuna.

Hamilton com via aberta para conquistar quarto título mundial de Fórmula 1

O piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) tem via aberta para entrar para a restrita galeria de tetracampeões mundiais de Fórmula 1, o que pode acontecer já no domingo, nos Estados Unidos, a três provas do fim do campeonato.

Hamilton tem 59 pontos de vantagem sobre o alemão Sebastian Vettel, segundo classificado do Mundial, e precisa de ganhar 16 pontos ao piloto da Ferrari na corrida norte-americana, mas há um terceiro protagonista no ‘enredo’, que o pode impedir de assegurar com tanta antecedência a conquista do título de 2017.

Com o máximo de 100 pontos para cada piloto conquistar nas quatro últimas provas do campeonato, o britânico necessita também de ganhar três ao atual terceiro colocado do Mundial, o finlandês Valtteri Bottas, que, a 72 pontos do colega na Mercedes, ainda tem hipóteses académicas de chegar ao título.

Para se sagrar campeão nos Estados Unidos, Hamilton necessita de vencer e esperar que Vettel termine abaixo do quinto lugar ou concluir a corrida no segundo posto e ver o alemão ficar abaixo do oitavo, ainda que, nesta última situação, precise também que Bottas não vença.

Mesmo que não consiga festejar o título da categoria rainha do desporto automóvel no circuito das Américas, em Austin, o piloto britânico continuará em situação privilegiada para o conquistar em qualquer uma das três provas seguintes: México, Brasil e Emirados Árabes Unidos.

Vettel sofreu um forte revés nas suas aspirações, ao desistir em duas das últimas três corridas, e mesmo que se imponha nas quatro últimas provas do ano, não impedirá Hamilton de se sagrar campeão se o rival terminar todas, pelo menos, no quarto lugar.

Se não esbanjar uma vantagem tão confortável, Hamilton, que já conquistou o título mundial em 2008, 2014 e 2015, junta-se a Vettel e ao francês Alain Prost na lista de tetracampeões, apenas atrás do recordista alemão Michael Schumacher (sete) e do argentino Juan Manuel Fangio (cinco).

Manchetes do dia

A Bola: “Desculpado”. Mourinho e Vitória saíram em defesa de Svilar

Record: “Assim custa mais”. Erros próprios na base das derrotas

O Jogo: “Marcha atrás”. Erro de Svilar custa derrota terceira derrota da época