Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Casillas: batalha naval, mentiras e cinco horas no Twitter para negar uma saída

Casillas ficou irritado com a sucessão de notícias a anunciar a sua saída do FC Porto e foi até às redes sociais desmenti-las. Pelo meio, deixou muitos ataques regados com ironia

Expresso

Iker Casillas, guarda-redes do FC Porto

ROBERT MICHAEL/GETTY

Partilhar

Irritado. Foi assim que Iker Casillas ficou com as sucessivas notícias esta semana sobre a sua possível saída do FC Porto já em janeiro. Na quarta-feira à tarde, já depois do treino dos dragões, o guarda-redes espanhol foi até ao Twitter e irrompeu numa saga de desmentidos.

“Mentirosos. Disseram-vos a vocês e a mim não me disseram nada? Com quem falaram no FC Porto?”, começou por escrever o internacional espanhol no Twitter, junto de uma notícia da página Gol que dizia que os dragões queriam vender o espanhol, de forma a cumprir o fair-play financeiro.

Daí em diante, entre as quatro da tarde e as oito da noite, Casillas deixou a 'baliza' e jogou ao ataque, lançando vários tweets contra orgãos de comunicação que estavam a dar a mesma notícia que o "Gol".

“F7, água”, ironizou Casillas, junto de uma notícia da “Marca”.

Depois, noutro Tweet em anexo a uma notícia do “Mundo Desportivo” escreveu: “4,76,98,6,35,74,65...linha! Comprovemos...a linha NÃO está correta”, numa alusão ao jogo do Bingo.

Segundo o "El País" na quarta-feira, Casillas ganha à volta de cinco milhões de euros brutos, o mais elevado salário de todo o plantel do FC Porto. Tendo em conta a situação financeira do clube, este é um valor que facilitaria as contas dos dragões, caso o jogador fosse vendido em janeiro.