Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Benfica “perdeu” 44 milhões de euros em comissões na venda de jogadores

A venda de Ederson ao Manchester City por 40 milhões de euros só trouxe para os cofres da Luz 16 milhões

Expresso

Ederson Moraes tem 23 anos e é internacional brasileiro

Getty

Partilhar

O Benfica vendeu muito (e por muito) este verão, mas nem todos os negócios foram tão brilhantes como haviam sido descritos. De acordo com o Relatório de Contas Consolidado e Individual 2016/2017 enviado à CMVM na quarta-feira, os encarnados “perderam” quase 44 milhões de euros em comissões dos jogadores vendidos.

Nos 138,5 milhões de euros registados em vendas, só 94,8 entraram como lucros pelo Benfica, apontam as contas do “Jogo” esta sexta-feira.

Por exemplo: a venda de Ederson ao Manchester City por 40 milhões de euros só trouxe para os cofres da Luz 16 milhões, já que outras entidades tinham direitos sobre o passe do guarda-redes brasileiro.

Lindelof, por sua vez, foi vendido por 35 milhões de euros ao Manchester United, mas só rendeu 23,1 milhões. Lembremos que meses antes o Benfica dera 3,5 milhões para comprar ao clube sueco Vasteras os 20% da mais valia relativa à venda do jogador.