Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Arrivederci, Pirlo!, a catarse norte-americana graças aos Houston Astros e a disputa pelas últimas vagas no Mundial

As nove últimas vagas para o Mundial2018 de futebol decidem-se nos próximos dias, com os ‘play-offs’ europeu e intercontinental e as derradeiras jornadas no apuramento africano a fecharem o quadro de 32 apurados para o torneio da Rússia.

Expresso

Depois de 868 jogos, Andrea Pirlo deixa os relvados

Maurizio Lagana/Getty

Partilhar

Bom dia,

estes são os principais destaques da imprensa desportiva esta terça-feira:

Eder lesionou-se e já não vai à seleção. O substituto é... Gonçalo Paciência

Gonçalo Paciência, avançado do FC Porto emprestado ao Vitória de Setúbal, foi chamado por Fernando Santos para o lugar de Eder

Mais AQUI.

Opinião: Não foi o VAR que falhou. Foi Carlos Xistra

Nicolau Santos escreve sobre a arbitragem do Sporting-Sporting de Braga, que acabou empatado (2-2)

Mais AQUI.

Uma catarse coletiva chamada Astros

Dois meses após o furacão “Harvey”, os Houston Astros venceram pela primeira vez na história a World Series

Mais AQUI.

Uma Seleção em todo o lado (literalmente), os últimos bilhetes para a Rússia, Murray e Federer a brincar e Oliveira à procura da terceira

Ora está a chegar mais uma semana de futebol internacional, em que Portugal vai jogar nos três canais e há oito seleções europeias à procura de um lugar no Mundial. Em Glasgow há um Murray-Federer solidário e em Valência, no epílogo do Mundial de Moto2, Miguel Oliveira vai tentar juntar mais uma vitória às duas que conquistou nas últimas semanas - ah, e só um cataclismo tirará o quarto título mundial no MotoGP a Marc Márquez

Mais AQUI.

O senhor classe vai deixar de espalhá-la. Pelo menos dentro de campo

Andrea Pirlo encerrou a carreira de futebolista, aos 38 anos, num jogo dos 'play-off' da MLS em que que o New York City foi eliminado pelo Columbus Crew - e agora regressa a Itália, para apreciar a vida e a vinha

Mais AQUI.

Mundial2018: Nove últimas vagas em disputa, seis delas através de 'play-off'

As nove últimas vagas para o Mundial2018 de futebol decidem-se nos próximos dias, com os ‘play-offs’ europeu e intercontinental e as derradeiras jornadas no apuramento africano a fecharem o quadro de 32 apurados para o torneio da Rússia.

Na Europa, a eliminatória entre Itália e Suécia centra as atenções, com os tetracampeões mundiais a tentarem a 19.ª presença na fase final e 15.ª consecutiva, enquanto a Suécia procura regressar à competição 12 anos depois, disputando pela segunda vez consecutiva o ‘play-off’, depois de ter sido eliminado por Portugal há quatro anos.

No confronto direto entre duas equipas que nunca se tinham encontrado num apuramento para um Mundial, a Itália, que só falhou a fase final em 1930 e 1958, leva ligeira vantagem nos encontros oficiais, com cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas.

Depois de ter sido segunda no Grupo B, atrás de Portugal, a Suíça, que apenas perdeu um encontro na qualificação, o último, na Luz (0-2), procura a quarta presença consecutiva em Mundiais, e 11.ª da sua história, mas terá de ultrapassar a Irlanda do Norte, que tenta regressa 32 anos depois.

Num confronto que não terá adeptos visitantes, por acordo das duas federações, a Croácia, em busca da quinta presença nas últimas seis edições, e a Grécia, que procura a quarta presença num Mundial e terceira seguida, defrontam-se numa eliminatória que se prevê equilibrada.

Na outra eliminatória europeia, a Dinamarca, que falhou o Mundial de 2014, encontra a República da Irlanda, ausente desde 2002.

Nos ‘play-offs’ intercontinentais, o Peru, representante da América do Sul e desde 1982 fora dos Mundiais, surge com favoritismo sobre a Nova Zelândia, representante da Oceânia, que procura repetir as presenças de 1982 e 2010.

Também da Oceânia, mas a competir na qualificação asiática, a Austrália procura a quarta presença consecutiva, frente às Honduras, quarta posicionada da zona de apuramento da América do Norte, Central e Caraíbas, que procuram a terceira.

Com Egito e Nigéria já apurados, em África disputam-se as três últimas vagas para o Mundial2018, com Marrocos e Costa do Marfim a defrontarem-se na última jornada do Grupo C, na qual os ‘leões do Atlas’ defendem um ponto de vantagem em Abidjan.

Com Cabo Verde ainda a ter ténues esperanças de conseguir um inédito apuramento, assim como todas as do Grupo D, o Senegal parte em vantagem para ‘carimbar’ a presença na Rússia, caso vença na África do Sul, num encontro de repetição, marcado para 10 de novembro, quatro dias antes da última ronda.

Com quatro jogos, o Senegal tem oito pontos, mais dois do que Burkina Faso e Cabo Verde, que se defrontam na sexta jornada, e quatro do que a África do Sul, também com dois encontros por disputar.

No Grupo A, a Tunísia está a apenas um ponto de regressar a um Mundial – 12 anos depois de ter estado na Alemanha –, recebendo na última jornada a Líbia, última colocada da ‘poule’. À espreita está a República Democrática do Congo, que tem de vencer a Guiné e esperar por uma derrota das ‘águias de Cartago’.

O sorteio para a fase final do Mundial2018, no qual Portugal será cabeça de série, está marcado para 01 de dezembro, em São Petersburgo, na Rússia.

Manchetes do dia

A Bola: “É uma honra igualar Eusébio.” Palavras de Jonas sobre o recorde de marcar nove jornadas seguidas

Record: “Em pé de guerra.” Sp. Braga faz queixa de Saraiva

O Jogo: “Soares para as decisões.” Avançado será reforço frente ao Benfica