Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Caso das comissões. Empresário assegura que agente dividiu comissões de Bruma e de Semedo com Bruno

Catió Balde, que era empresário de Semedo, soube pelo relatório de Contas do Sporting que o clube tinha pagado 1,4 milhões de euros em comissões pela transferência do jogador para o Villarreal. A história está no “Correio da Manhã

Expresso

MANUEL DE ALMEIDA

Partilhar

Depois da denúncia de Cristóvão Pereira sobre a compra de Tanaka, surgiu mais uma situação em que Bruno de Carvalho volta a estar debaixo dos holofotes e sob suspeita de ter lucrado com a venda e compra de jogadores do Sporting.

No fim-de-semana, o empresário Catió Baldé revelou uma conversa que teve com o agente José Fouto, em que este lhe assegurou que dividiu com Bruno de Carvalho as comissões das vendas de Bruma para o Galatasaray e de Ruben Semedo para o Villarreal.

“Mantenho tudo o que já disse”, disse Catió Baldé em declarações ao “Correio da Manhã” esta segunda-feira.

De acordo com uma investigação do “CM”, o clube de Alvalade já pagou mais de 3 milhões de euros a Jose Fouto em comissões pelos negócios das transferências de Ruben Semedo, Bruma, Paulo Oliveira, Marvin Zeegelaar e Naldo.

Todos os negócios em causa foram tratados pela empresa inglesa de Jose Fouto, a Buttonpath.

Segundo a denúncia de Cátio Baldé, a “Buttonpath é responsável por 80 % das transferências do Sporting” e é a única “empresa a que o presidente leonino admite pagar 10 % de comissão”.

No epicentro desta situação está a transferência de Ruben Semedo para o Villarreal. O defesa-central foi transferido por 14 milhões de euros e o Sporting pagou 1,4 milhões de euros em comissões.

Catió Balde, que era empresário de Semedo, soube pelo Relatório de Contas do Sporting que o clube tinha pagado 1,4 milhões de euros.

Quando reuniu com Fouto para pedir a sua parte, este respondeu que já tinha dividido a primeira tranche da comissão, no valor de 700 mil euros, com Bruno de Carvalho.