Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Rui Vitória tirou mais um jovem da cartola: Keaton Parks

Keaton Parks chegou à Luz este ano e tem sido aposta recorrente de Hélder Cristóvão na equipa B dos encarnados

Expresso

JOSÉ COELHO / Lusa

Partilhar

Desde Freddy Adu que o Benfica não tinha um norte-americano em campo. Mas, no sábado, Rui Vitória substitui Pizzi por Keaton Parks, médio de 20 anos, aos 71 minutos. E assim fez-se a estreia de um novo jovem dos encarnados.

Foi um bom primeiro jogo memorável para o jovem jogador - e com boas estatísticas.

Na estreia diante do V. Setúbal, para a Taça de Portugal, o norte-americano só falhou mesmo um passe. Keaton participou inclusivamente no lance do segundo golo do Benfica com passe oportuno para o lado esquerdo que encontrou Cervi livre de marcação, permitindo ao argentino construir o lance finalizado por Fiip Krovinovic.

Keaton nasceu em Plano, no Texas, e jogou pelos Liverpool Warriors, da NPSL. Quando tinha quase 18 anos, o treinador da equipa viu-lhe potencial para maiores voos e conseguiu que este fosse fazer uma série de testes em equipas portuguesas.

O norte-americano experimentou o Benfica, o Braga… mas foi no Varzim que acabou por ficar.

A princípio, Keaton começou por jogar pelo Varzim B, mas não demorou a destacar-se e saltar para a equipa principal. Surgiram interessados, surgiram problemas. O Varzim não o quis deixar sair - obrigando-o, inclusive, a ficar no banco, enquanto tivesse intenções de sair do clube.

O jogador norte-americano partiu para o tribunal e acabou por rescindir alegando justa causa com os poveiros.

Sendo um jogador livre, Parks chegou à Luz este ano e tem sido aposta recorrente de Hélder Cristóvão na equipa B dos encarnados. Em 11 jogos, Keaton marcou dois golos.