Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Há gastos por explicar. Fairplay financeiro deixa o AC Milan em risco de ser excluído das competições europeias

O AC Milan gastou mais do que 200 milhões de euros para reforçar a sua equipa no último período de transferências, o que terá feito soar os alarmes na UEFA.

Expresso

MIGUEL MEDINA

Partilhar

O AC Milan está na corda bamba… e pode cair para fora da Liga dos Campeões.

De acordo com o desportivo espanhola a “Marca” esta terça-feira, o clube italiano tem um problema financeiro em mãos: há investimentos do último período de transferência por explicar - o que deixou a UEFA em alerta.

Em último reduto, o organismo que gere o futebol europeu pode mesmo sancionar o AC Milan com a exclusão das competições europeias por um ano.

Segundo o desportivo, há cerca de duas semanas os donos do AC Milan tiveram uma reunião com responsáveis da UEFA para tentar convencê-los da viabilidade financeira do projeto. Contudo, não tiveram qualquer sucesso.

O AC Milan gastou mais do que 200 milhões de euros para reforçar a sua equipa no último período de transferências, o que terá feito soar os alarmes na UEFA.

A “Marca” relata, com base numa fonte anónima, que houve transações pouco claras dentro do clube, como a transferência de poderes para a Fininvest e para a companhia chinesa Rossoneru Sport Investment Lux. Esta mudança em particular terá violado o fairplay financeiro imposto pela UEFA.