Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Então, quem é que tramou o frame? “Manipulação” e “discrepâncias” nas imagens do penálti sobre Danilo

A princípio, o Benfica começou por negar qualquer manipulação de imagens. Mas, entretanto, já emitiu um comunicado em que atribui o “possível erro” à fonte de onde foi captado o vídeo do lance

Expresso

Danilo Pereira, jogador do FC Porto

MIGUEL RIOPA/GETTY

Partilhar

Depois do empate frente ao Desportivo das Aves, Sérgio Conceição chegou à sala de imprensa e queixou-se de um penálti sobre Danilo, já nos últimos minutos do encontro, que não tinha sido marcado. Quem tivesse dúvidas, que fosse ver as imagens televisivas.

E foi isso que aconteceu.

Alguém dentro do Benfica foi ver as imagens, divulgou-as nas redes sociais e defendeu que não havia penálti nenhum. “A farsa do penálti que na verdade não existiu. E as imagens do VAR [vídeo-árbitro] devem ser mais concludentes”, escreveu o Benfica no Twitter, juntamente com uma imagem do lance em causa.

Só que, no meio disto tudo, havia um problema: a imagem divulgada pelos encarnados, ainda no domingo à noite, não era igual à que tinham sido transmitida pela televisão - mudava o lance por completo, eliminava a falta sobre Danilo.

As imagens tinham sido adulteradas. E o primeiro a queixar-se foi Francisco J. Marques, responsável de comunicação do FC Porto, que fez uma comparação entre as duas imagens do mesmo lance que andavam a circular nas redes sociais.

Nos programas de comentário desportivo na segunda-feira à noite, esta “manipulação” - a tese acusatória do FC Porto - deram pano para mangas de discussão, principalmente tendo em conta que faltam poucos dias para o clássico entre as duas equipas.

A princípio, o Benfica começou por negar qualquer manipulação de imagens. Mas, entretanto, já emitiu um comunicado em que atribui o “possível erro” à fonte de onde foi captado o vídeo do lance com Danilo. Aí estaria a origem das discrepâncias.

“O SL Benfica reafirma que não efetuou nenhuma manipulação da gravação difundida. Feita uma perícia interna a única ocorrência que pode explicar alguma discrepância tem a ver com a fonte de onde foi obtida a gravação. Ninguém do SL Benfica manipulou ou adulterou a montagem das imagens. Realçamos que aquele ângulo permitiu ter a mesma avaliação que o vasto conjunto de imagens do VAR. Mais informa que quem de forma taxativa acusa o SL Benfica de ter manipulado as imagens terá oportunidade de responder a essa acusação em processo-crime”, lê-se no comunicado emitido pelo clube da Luz.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do F. C. Porto, também já reagiu a este comunicado. “Agora que foram desmascarados tentam sacudir a água do capote. Não foi o Twitter do Benfica que difundiu as imagens manipuladas? Foi. Então de quem é a responsabilidade? Do Benfica. Nem homenzinhos são para assumirem o erro porque manipular para eles é mais um dia no escritório”, escreveu nas redes sociais.