Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O adeus emocionante de Júlio César, Portugal perde no apuramento para o Mundial feminino e o novos desportos dos atletas na reforma

Portugal perdeu por 1-0 frente à seleção italiana

Expresso

Júlio César de regresso à baliza do Benfica

Maurizio Lagana/Getty

Partilhar

Bom dia,

estes são os principais destaques da imprensa desportiva esta quarta-feira:

“O pioneiro do terrorismo comunicacional é João Gabriel, que continua no Benfica na clandestinidade” – entrevista exclusiva a Nuno Saraiva

Há uma nova figura no futebol português a ocupar o espaço central da discussão. Não joga, treina, preside ou apita, apenas decide o que se fala e, sobretudo, como se fala. Chama-se diretor de comunicação. Cada clube tem o seu, mas é entre os responsáveis de FC Porto, Benfica e Sporting que a atenção mediática se divide. Há quem diga que o protagonismo é excessivo. Há quem os culpe pela agressividade. Eles dizem que não é bem assim e explicam porque é que não se calam na defesa dos interesses dos seus clubes. Falámos com os três e estas são as suas respostas. Esta quarta-feira publicamos as de Nuno Saraiva

Mais AQUI.

Júlio César despede-se do Benfica em lágrimas: “A minha viagem termina aqui”

Depois de quase quatro anos na Luz, o guarda-redes brasileiro rescindiu com o Benfica, aos 38 anos, e despediu-se dos companheiros, no balneário, com um discurso muito emocionado

Mais AQUI.

O último discurso de Zé Roberto, aos 43 anos: “Joguem por mim nessa noite, rapaziada. E vamos ser felizes”

O internacional brasileiro passou por 10 clubes, fez quase 1000 jogos, esteve em dois Mundiais, ganhou uma Liga dos Campeões e fez um pouco de tudo mais. Zé Roberto deixou de jogar futebol na segunda-feira, despedindo-se do Palmeiras e de uma carreira que durou mais de duas décadas. Este é o vídeo do discurso (que puxa à emoção) que proferiu no balneário, antes do último encontro da carreira

Mais AQUI.

Portugal volta a perder no apuramento para o Mundial feminino

Depois de uma goleada frente à Moldávia (8-0) na 2ª jornada do apuramento, Portugal voltou ao resultado da 1ª jornada: uma derrota, agora frente à seleção italiana (0-1)

Mais AQUI.

“Em Itália, eu e a Carolina Mendes ficámos sem metade do ordenado por andar numa mota de 50cc, sem documentos, numa autoestrada”

Se pudesse dar um conselho ao selecionador nacional sobre o jogo de hoje frente à Itália (17h, RTP1), dizia-lhe: "Põe a Capeta a jogar se as coisas ficarem difíceis". Raquel Infante tem 27 anos, começou a jogar futebol aos nove e aos 20 partiu para a Espanha (e depois para Itália, Finlândia e França). Nessa altura percebeu que podia viver só do futebol, mas confessa à Tribuna Expresso que foi preciso estar parada seis meses, sem jogar, para dar outro valor à profissão. E convencer a mãe: "Cheguei a casa e disse: 'Acho que vou jogar para fora'. A minha mãe disse logo: 'Não vais nada'"

Mais AQUI.

Sporting de Braga punido com jogo à porta fechada

Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou a decisão esta terça-feira, com base no "comportamento do público"

Mais AQUI.

Quer planos para quarta-feira, dia 3 de janeiro de 2018, às 21h30? Veja o Benfica-Sporting

Dérbi entre águias e leões, a contar para a 16.ª jornada, vai disputar-se num dia e horário pouco usuais

Mais AQUI.

Michael Owen agora é jóquei, Bradley Wiggins remador e Rio Ferdinand pugilista: as histórias dos que trocaram de desporto

O antigo avançado da seleção inglesa estreou-se na última sexta-feira numa corrida de cavalos em Ascot. Já o vencedor da Volta a França de 2012 quer ir aos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas de barco, enquanto o ex-central do Manchester United treina-se para o seu primeiro combate profissional. Mas há muitos outros atletas que, com maior ou menor sucesso, tentaram a sorte em outros desportos

Mais AQUI.

Manchetes do dia

A Bola: “Já não ia motivado para os treinos”. Júlio César anuncia fim de carreira

Record: “Adeus em lágrimas”. Júlio César termina ligação ao Benfica

O Jogo: “Trunfo na manga”. Sérgio Oliveira é arma secreta para o clássico