Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Luka Modric acusado pelo fisco espanhol de fraude fiscal

O croata é o mais recente nome de uma lista de jogadores envolvidos em processos de fuga ao fisco em Espanha e que inclui os portugueses Cristiano Ronaldo, Fábio Coentrão e Ricardo Carvalho

Lusa

FILIP SINGER/ Reuters

Partilhar

O Ministério Público de Espanha acusou o futebolista croata do Real Madrid Luka Modric de dois delitos de fraude fiscal, no valor de 870.728 euros.

Segundo as informações prestadas pelo Ministério Público de Madrid, além da fraude fiscal relativa aos exercícios de 2013 e 2014 relativo ao Imposto sobre a Renda de Pessoas Físicas (IRPF), a Oficina Nacional de Investigação de Fraude (ONIF) detetou a possível existência de movimentos financeiros associados ao futebolista na Ilha de Man.

A acusação incide ainda sobre a mulher de Modric e uma empresa, Ivano S.A.R.L., registada no Luxemburgo.

A acusação surge um dia depois de o seu companheiro de equipa Marcelo ter reconhecido um delito fiscal perante o juiz de Alcobendas, tendo o brasileiro pago cerca de 500 mil euros para encerrar o caso.

O croata é o mais recente nome de uma lista de jogadores envolvidos em processos de fuga ao fisco em Espanha e que inclui os portugueses Cristiano Ronaldo, Fábio Coentrão e Ricardo Carvalho, bem como o argentino Lionel Messi ou o colombiano Radamel Falcao.