Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Conselho de Disciplina instaura processo disciplinar a Luís Gonçalves, diretor geral da SAD do FC Porto

O comportamento de Fernando Saúl, oficial de ligação aos adeptos dos dragões, também terá sido analisado pelo Conselho de Disciplina. Foi suspenso por 30 dias

Expresso

Partilhar

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol instaurou um processo a Luís Gonçalves, diretor geral da SAD do FC Porto, no seguimento da expulsão no clássico com o Benfica na última sexta-feira, avança a “Bola” esta quarta-feira.

O comportamento de Fernando Saúl, oficial de ligação aos adeptos dos dragões, também terá sido analisado pelo Conselho de Disciplina. Foi suspenso por 30 dias, devido a, alegadamente, ter gritado “estamos fartos de ser roubados”, já depois do final do jogo à porta do balneário dos árbitros.

Sérgio Conceição e seu adjunto Vitor Bruno foram multados no valor de 383 euros por não terem usado a braçadeira de identificação num local visível. Mais: coube ao FC Porto uma coima de 3285 euros por uso indevido da aparelhagem de som.

Do lado do Benfica, o único sancionado foi Tiago Pinto. O diretor desportivo dos encarnados vai ter de pagar uma multa de 230 euros - foi expulso, no encontro, após ter chutado uma bola na jogada que gerou polémica com Marega.