Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Mourinho à distância. Manchester City ganha em Newcastle e alarga para 15 pontos avanço no campeonato

Em St. James’ Park, pura e simplesmente o City ‘esmagou’ o Newcastle, com o 1-0 do marcador no final a não fazer justiça ao que se passou no campo

Lusa

OLI SCARFF/Getty

Partilhar

O Manchester City, com mais uma vitória a alargar a sua impressionante série para 18 sucessos consecutivos, aumentou para 15 pontos o avanço no campeonato inglês de futebol, quando estão completadas 20 jornadas.

Em St. James’ Park, pura e simplesmente o City ‘esmagou’ o Newcastle, com o 1-0 do marcador no final a não fazer justiça ao que se passou no campo, tal foi o domínio da equipa treinada por Pep Guardiola.

No final, a posse de bola dos líderes do campeonato estava nos 78 por cento e chegou a ser mais no primeiro tempo, período em que se verificou o único golo da partida, marcado por Sterling, aos 31 minutos, com assistência do belga De Bruyne.

O ‘massacre’ do City foi intenso, mas não redundou em mais golos – o mais perto que esteve aconteceu aos 66 minutos, com um remate de De Bruyne à trave e Aguero a enviar depois a bola para a baliza, só que com o fora de jogo a ser assinalado.

No final, os números eram bem claros, com 21 remates para os ‘citizens’ e somente seis para os ‘magpies’, a comprovar um jogo de sentido único, com o Newcastle, de Rafa Benitez, a praticamente abdicar de atacar.

Bernardo Silva foi titular na direita do ataque do City e foi substituído aos 83 minutos.

Com mais esta vitória, o Manchester City amplia ainda mais o seu recorde de jogos sempre a ganhar, no campeonato inglês, e já começa a pensar no recorde de vitórias nos cinco grandes campeonatos. Falta uma, apenas, para igualar a série de 19 do alemão Bayern de Munique, curiosamente então treinado por Guardiola.

Na Premier League, nada trava a caminhada da equipa de Manchester e o avanço na frente passa a ser de 15 pontos para o rival Manchester United, que nesta ronda só muito a custo empatou com o Burnley, 2-2.

O City ainda volta a jogar antes do fim do ano, mesmo no último dia, com uma deslocação a Londres para defrontar o Crystal Palace, 16.º da prova.