Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Nuno Saraiva: “Pedro ‘o Merceeiro’ Guerra ainda mexe... Vale tudo para desviar as atenções”

Na quarta-feira, Pedro Guerra acusou os leões de estarem a conduzir uma guerra nos bastidores, para que o árbitro do clássico marcado para o dia 3 de janeiro não seja Jorge Sousa

Expresso

Partilhar

“Vale tudo para desviar as atenções”. Eis a resposta de Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, às declarações de Pedro Guerra, comentador desportivo do Benfica, na quarta-feira, na “BenficaTV”.

Guerra acusou os leões de estarem a conduzir uma guerra nos bastidores, para que o árbitro do clássico marcado para o dia 3 de janeiro não seja Jorge Sousa. “O Sporting continua com a sua política de coação, de intimidação e a tentar passar a imagem de que não quer determinado árbitro. O Sporting já está a jogar tudo. A informação que tenho é que o Sporting está a passar um veto a Jorge Sousa e não quer que Jorge Sousa apite o jogo do dérbi”, atirou.

Nuno Saraiva reagiu a estas declarações através de uma publicação nas redes sociais, insinuando que o comentador desportivo de não tem idoneidade para se estar a queixar.

“Pedro "o Merceeiro" Guerra ainda mexe... Agora é a cartilha da coacção aos árbitros feita pelo, adivinhem lá... o Sporting CP! Vale tudo para desviar as atenções de tudo o que tem vindo a público e que é de enorme gravidade. Mas, como sempre, temos que dizer a verdade. O Presidente está realmente numa "política de coacção" tremenda sobre toda a população portuguesa. E os árbitros estão, naturalmente, incluídos. E, cuidado, ainda só vai no alerta laranja…”, escreveu o dirigente leonino.